Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 31 de maio de 2009

Vanderlei Luxemburgo e o seu ego monumental!


Comentando sobre a Libertadores, eu sinceramente não acredito que o Palmeiras se classifique para a próxima fase do torneio. Não porque não tenha time para vencer o Nacional lá no Uruguai. Tem, sim.

Mas, me parece que as recentes declarações de Luxemburgo, atacando a torcida e os próprios jogadores, foram a 'pá de cal' sobre ele. Duvido que ele continue treinando o Palmeiras por muito mais tempo. Se você fosse jogador do Palmeiras, como reagiria aos comentários do seu técnico, dizendo que o time não tem nenhum jogador 'diferenciado'? eu ficaria p... da vida com ele.

O problema de Luxemburgo é o seu gigantesco ego. Ele quer ser a estrela máxima de qualquer time que ele dirige. E por isso sempre entra em choque com os principais jogadores dos mesmos.

Foi assim com Romário, no Flamengo, com Marcelinho Carioca, no Corinthianhs, com Valdívia, no Palmeiras e assim por diante.

Luxemburgo não tem capacidade para administrar os egos de um elenco com jogadores de destaque. Em 2008 o Palmeiras tinha, disparado, o melhor elenco do Brasileirão, e ficou apenas no 4o. lugar. E pelo que Luxemburgo e os membros da sua comissão técnica ganham (fala-se em algo como R$ 1 milhão mensais) os resultados que ele obtém com o Palmeiras ficam, certamente, abaixo do esperado.

E os erros de escalação e formação que Luxemburgo cometeu contra o Nacional do Uruguai, na quinta-feira, foram absolutamente ridículos. Foi coisa de técnico iniciante e não de um técnico que já ganhou inúmeros campeonatos e que até já dirigiu uma Seleção Brasileira.

Pelo que ganha e pelos resultados que alcança, Luxemburgo é um técnico que sai caro demais. Creio que o Palmeiras ganharia muito mais se contratasse um técnico competente e mais barato. E mesmo que ele cometesse erros, certamente seriam erros que sairiam mais em conta, do ponto de vista financeiro, para o Palmeiras.

Gastar R$ 1 milhão mensais com um técnico que comete erros tão primários como os que Luxemburgo cometeu contra o Nacional do Uruguai é uma verdadeira piada. Ou Luxemburgo nunca foi um técnico tão bom quanto dizem por aí ou ele já entrou em decadência.

Com um técnico desses, coitado do Palmeiras...

Times poupam jogadores devido à incompetência e amadorismo da CBF!!


O calendário, se é que se pode chamar assim, do Futebol brasileiro é absolutamente ridículo e foi, com certeza, elaborado por um bando de amadores e de incompetentes.

Um caso típico é a situação atual, em que vários dos principais clubes brasileiros (Corinthians, Inter, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, São Paulo, Vasco) estão disputando fases decisivas de dois importantes campeonatos, a Copa do Brasil e a Libertadores.

Com isso, eles passaram a jogar com times mistos ou reservas nas primeiras rodadas do Brasileirão 2009, tirando muito do interesse despertado pelo campeonato. Muitos jogos ficaram, claramente, esvaziados, nestas primeiras rodadas, quando envolviam os clubes que estão disputando a Copa do Brasil e a Libertadores.

O Corinthians, por exemplo, se desgastou muito disputando os jogos finais do Paulistão deste ano, quando enfrentou dois tradicionais e fortes rivais, São Paulo e Santos. Ao mesmo tempo, o time corintiano estava já envolvido em jogos difíceis e eliminatórios da Copa do Brasil, contra o Atlético-PR.

Com isso, o desgaste do time titular do Corinthians foi inevitável. E é por isso que o competente e sério técnico do Timão, Mano Menezes, irá usar apenas jogadores reservas contra o Santos, hoje, na Vila Belmiro, pelo Brasileirão, esvaziando totalmente um clássico que é o mais antigo do futebol paulista, já que o Corinthians foi fundado em 1910 e o Santos em 1912, sendo que o primeiro jogo entre eles foi em 1913.

Isso é culpa da incompetente CBF e da interesseira Rede Globo, que deseja ter sempre algum jogo importante para exibir, principalmente porque o restante da programação da emissora está perdendo audiência há vários anos seguidos.

E é devido aos interesses globais da TV do plim-plim que, também, temos jogos iniciados quase às 22hs, durante o meio da semana, num total desrespeito à população que trabalha e que é obrigada a ficar acordada até a meia-noite para ver se o seu clube ganhou ou perdeu o jogo daquele dia. E tudo isso acontece porque a Rede Globo quer exibir suas ridículas novelas, que nada acrescentam em termos de conteúdo à cultura e à educação do povo brasileiro, antes da realização das partidas. Ridículo!

Assim, a CBF não teve capacidade, ou vontade suficiente para enfrentar aos interesses da Rede Globo, para fazer um calendário que impedisse que os principais clubes do país estivessem disputando jogos decisivos por torneios importantes (Copa do Brasil e Libertadores) ao mesmo tempo em que estão participando do Brasileirão.

Não custava nada à CBF adiar o início do Brasileirão ou, então, espalhar os jogos da Copa do Brasil ao longo de todo o ano, permitindo um melhor planejamento por parte dos clubes e evitando esse desgaste por parte dos seus jogadores. Com isso, os principais clubes do país poderiam usar todos os seu titulares nas primeiras rodadas do Brasileirão, evitando o esvaziamento e o desinteresse pelo mesmo.

A Conmebol, que consegue ser tão ou mais incompetente e amadora do que a CBF, também poderia realizar os jogos da Libertadores durante todo o ano, impedindo que os mesmos coincidissem com jogos importantes e de fases decisivas dos campeonatos nacionais de Brasil, Argentina e demais países sul-americanos.

Outro caso típico desse esvaziamento, foi o clássico entre Palmeiras e São Paulo, realizado no estádio Palestra Itália, disputado no Domingo passado. Apenas 12 mil pessoas compareceram ao jogo. E porque isso aconteceu? porque ambos os clubes estão disputando uma fase decisiva da Libertadores e, claramente, deixaram o Brasileirão em segundo plano. Como o jogo ficou esvaziado, tivemos esse público absolutamente ridículo para um dos principais clássicos do futebol paulista e brasileiro. Fluminense e Santos, no Maracanã, foi outro jogo que não atraiu o torcedor, devido a esse mesmo desinteresse.

Enquanto tivermos esse calendário totalmente ridículo, continuaremos a ver jogos importantes do futebol brasileiro ser totalmente esvaziados, prejudicando os próprios clubes, bem como à própria Rede Globo, que detém os direitos de transmissão do Brasileirão, da Copa do Brasil e da Libertadores.

Tanto isso é verdade que, na quarta-feira passada, tivemos 4 jogos importantes pela Copa do Brasil e pela Libertadores sendo disputados no mesmo horário. Se o calendário fosse melhor elaborado, esses jogos poderiam ter sido disputados em dias e horários distintos, permitindo que um número muito maior de pessoas os vissem, o que geraria um interesse e uma audiência muito maior pelos mesmos, o que seria altamente benéfico para todos: CBF, clubes, torcedores e às próprias emissoras que transmitem aos jogos.

Bastaria a CBF e à Conmebol fazer o óbvio e criar um calendário mais inteligente e racional para evitar que tais problemas continuassem se repetindo.

Mas, quem disse que a CBF e a Conmebol tem capacidade para fazer o óbvio, não é mesmo?

Copa do Brasil 2009 - Semi-finais pegam fogo!


Depois de alguns dias fora, devido ao trabalho, retomo os comentários aqui no blog.

No meio da semana tivemos vários jogos importantes, incluindo as partidas semi-finais da Copa do Brasil e as de quartas-de-final da Libertadores.

Quanto ao torneio exclusivamente nacional, me parece que os classificados para a final já foram definidos na primeira partida, com o Inter e o Corinthians possuindo 95,25% de chances de se classificarem para a final do torneio. Caso isso se confirme, na próxima quarta-feira, creio que veremos os 2 melhores times do Brasil, neste momento, se enfrentando na decisão da Copa do Brasil. A superioridade técnica do Corinthians sobre o Vasco e do Inter sobre o Coritiba me parece inegável. Os times paulista e gaúcho são os dois melhores do país, hoje.

Embora o Corinthians esteja mais desgastado devido à sucessão de jogos decisivos disputados pelo time na fase final do Paulistão (afinal, disputar 4 jogos seguindos contra rivais tradicionais, como São Paulo e Santos, sempre é muito desgastante, tanto do ponto de vista físico, quanto emocional) e contra Atlético-PR e Vasco pela Copa do Brasil, creio que o mesmo é o franco favorito para derrotar o Vasco, no Pacaembu, pois o time paulista é muito superior tecnicamente à equipe carioca.

Além disso, o Corinthians se beneficia pelo fato de ter mantido a mesma base de 2008 (9 dos 11 titulares jogaram pelo Timão na Série B), de ter um técnico altamente competente, que mantém o grupo focado na competição e unido sob o seu comando. Como se diz no Futebo, 'Mano tem o grupo na mão'. E quando ele percebe alguma desavença entre os jogadores, ele imediatamente age para apagar o foco do incêndio.

Já o Vasco é um time limitado do ponto de vista técnico, embora jogue com muita vontade e determinação, como ficou claro na primeira partida contra o Corinthians. Os jogadores vascaínos correm muito, jogam com muita vontade, mas erram demais, principalmente nos passes e nas finalizações.

E como o Corinthians pode até empatar sem gols que se classificará para a decisão da Copa do Brasil, creio que o Timão tem tudo para sair vitorioso do confronto contra o Vasco.

Quanto ao jogo do Inter, contra o Coritiba, entendo que não é impossível uma vitória do time paranaense por 2 X 0, placar que o levaria à decisão da Copa do Brasil. Afinal, o Coxa jogará em casa, com apoio total da sua torcida, que lotará o estádio Couto Pereira, com certeza.

Nestas circunstâncias, o Coxa pode obter, sim, uma vitória por 2 X 0, mas o bom momento vivido pelo Inter indica que o Colorado se classificará para a decisão, pois tem um bom elenco, o time está entrosado, jogando bem e dificilmente deixa de marcar pelo menos um gol em um jogo, o que obrigará o Coritiba a marcar, pelo menos, 3 gols na partida, o que é muito raro em se tratado de Internacional. E mesmo que o time paranaense faça 3 X 1 a decisão irá para os pênaltis. Um gol do Inter no tempo normal obrigará o Coritiba a fazer 4 gols para liquidar a fatura ainda durante os 90 minutos. E o Inter perder sofrendo 4 gols, definitivamente, seria uma gigantesca surpresa.

Por tudo isso, entendo que Corinthians e Internacional tem tudo para fazer a decisão da Copa do Brasil deste ano, reunindo na decisão aqueles que, claramente, são os dois melhores times do futebol brasileiro na atualidade.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Inter, Corinthians, Flamengo e Santos vencem! São Paulo e Palmeiras não saem do 0 X 0!

Nesta terceira rodada do Brasileirão, tivemos alguns resultados bastante previsíveis, como as vitórias do Corinthians, Santos, Inter e Flamengo.

O Corinthians, mesmo com um time misto, derrotou o Barueri, que sempre complica os jogos contra o Timão, embora acumule 3 empates e 3 derrotas para o Corinthians nos confrontos entre os dois clubes. Desta vez o Corinthians foi mais eficiente do que contra o Inter, e mesmo tendo ficado menos tempo com a bola no pé, fez 2 X 0 e somente tomou um gol faltando poucos segundos para o final do jogo, quando o time já estava com a vitória garantida.

Já o time misto do Inter derrotou um Goiás por 1 X 0, no Serra Dourada, que e´sério candidato ao rebaixamento, visto que tem uma das piores defesas do campeonato.

O Santos goleou, por 4 X 1, um limitado Fluminense, que acabara de ser eliminado da Copa do Brasil pelo Corinthians. Caso não consiga se reforçar, o Flu deverá, no máximo, brigar por uma vaga na Sul-Americana.

Palmeiras e São Paulo fizeram um jogo equilibrado, com boas chances de gol para ambas as equipes, mas que foram anuladas pelas ótimas atuações de ambos os goleiros, Marcos e Denis. Aliás, este mostrou que é muito melhor do que o Bosco e deverá se firmar no time titular do São Paulo. A nota negativa foi um pênalti não marcado a favor do Palmeiras, cometido por Miranda sobre Diego Souza no segundo tempo, e que ocorreu na frente do árbitro. Este, aliás, dedicou-se a conversar em excesso com os jogadores, prejudicando a sua autoridade dentro de campo. Árbitro não tem que conversar com ninguém. Ele tem que aplicar a regra e impor a sua autoridade dentro de campo.

O Flamengo derrotou o Santo André, no ABC paulista, e de forma merecida, pois criou muito mais chances de gol e dominou a partida. Josiel desencantou e marcou os 2 gols do time carioca.

Já o Cruzeiro derrotou o Vitória no Sábado, no Mineirão, com 2 gols de Kléber 'cotovelada', ex-Palmeiras, mostrando que é uma das forças do campeonato. Resta saber se o time mineiro terá uma defesa sólida e conseguirá obter bons resultados fora de casa, o que não aconteceu em 2008. Se corrigir tais problemas, é candidato ao título.

E o Atlético-MG derrotou um Sport que ainda deve estar abalado pela eliminação da Libertadores. Mas, se o Sport não acordar logo, pode se complicar no campeonato e lutar para não cair, tal como ocorreu com o Fluminense em 2008.

E o Náutico surpreendeu o Atlético-PR em Curitiba, vencendo por 3 X 2. Mas, resta saber se isso não é fogo de palha. O time pernambucano pode até não cair, mas não acredito que termine o campeonato entre os primeiros colocados.

Ainda é muito cedo para fazer qualquer prognóstico, pois temos 35 rodadas pela frente.

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Dunga faz nova convocação da Seleção Brasileira! Cadê o meia-armador???



O técnico Dunga fez uma nova convocação para a Seleção Brasileira, chamando 23 jogadores para disputar duas partidas pelas Eliminatórias da Copa de 2010, contra Uruguai (dia 6 de Junho) e o Paraguai (10 de Junho), e a Copa das Confederações, que será disputada na África do Sul, sede da próxima Copa do Mundo.

A imensa maioria dos jogadores já eram convocados por Dunga há muito tempo. De novidade, mesmo, somente André Santos (lateral do Corinthians que têm muito mais recursos técnicos do que Kléber, o atual titular, ou Marcelo), Victor (ótimo goleiro do Grêmio, se bem que Felipe está numa fase excelente e também merecia ser convocado), Nilmar (que se recuperou totalmente de suas contusões e voltou a jogar um grande futebol), Gomes (goleiro do Tottenham) e Ramires (ótimo volante do Cruzeiro). Os demais já eram velhos conhecidos de Dunga e da torcida brasileira. Assim, Dunga levou para a Seleção a mesma 'panelinha' de sempre. É a 'família Dunga'.

O que me chamou a atenção é a total ausência, na lista de 23 convocados, de um meia-armador, um jogador que organize as jogadas de ataque da seleção, que tenha boa visão de jogo e que seja um bom passador de bola. A meu ver, Dunga poderia ter chamado Douglas, do Corinthians, ou Cleiton Xavier, do Palmeiras, ou ainda Alex (ex-Internacional). Talvez o motivo de não ter chamado um dos dois primeiros é que seus times estão disputando jogos decisivos na Copa do Brasil (Corinthians) e na Libertadores (Palmeiras). Mas, neste caso, Dunga poderia ter convocado Alex, ex-Inter.

Assim, se vocês observarem a lista de jogadores de meio-de-campo convocados por Dunga, temos dois tipos de jogadores, apenas: ou volantes de marcação (Josué, Gilberto Silva, Felipe Melo, Anderson) ou jogadores que carregamn a bola em velocidade (Kaká). O máximo que temos são segundos volantes, como Ramires e Júlio Baptista, que sabem sair jogando. Mas, eles não são armadores. Nenhum deles têm a característica de armar jogadas. E Elano tem ficado na reserva do Manchester City e não têm jogado um futebol que faça com que mereça ser convocado por Dunga. Não tenho dúvida alguma de que Douglas, Cleiton Xavier e Alex são melhores do que ele.

Mas, nas convocações anteriores, Dunga também não chamou jogadores com essas características e, portanto, tudo indica que o Brasil irá para a Copa de 2010 sem um meia-armador, posição na qual já tivemos grandes craques, como Didi (foto acima) e Gerson (campeões mundiais de 1958/62 e de 1970). Lamentável!!

Outra coisa que chama a atenção é a presença de poucos jogadores que atuam no Futebol brasileiro, sendo que temos muitos deles que poderiam, perfeitamente, ser convocados para a Seleção. Cito alguns: Felipe e Fábio (goleiros do Corinthians e do Cruzeiro) Douglas (Corinthians), Cleiton Xavier (Palmeiras), Marcos (goleiro do Palmeiras) Diego Souza e Pierre (também do Palmeiras), Cristian, Chicão, Elias e Dentinho(os 4 do Corinthians), Taison (Inter), Ibson, Juan e Léo Moura (os 3 do Flamengo), Miranda (São Paulo).

Assim, eu formaria a seguinte seleção:

Felipe, Léo Moura, Chicão, Miranda, André Santos; Cristian, Ramires, Elias, Cleiton Xavier; Nilmar e Ronaldo (quando estiver em boa forma).

Assim, teríamos um ótimo goleiro, uma defesa sólida e com 2 alas com ótimo potencial ofensivo, um meio-de-campo marcador e ofensivo e com 2 goleadores no ataque.

Ainda teríamos os seguintes 'reservas': Marcos e Fábio (goleiros do Palmeiras e do Cruzeiro); Alessandro (Corinthians), André Dias (São Paulo); William (Corinthians), Juan (Flamengo); Pierre (Palmeiras), Ibson (Flamengo), Diego Souza (Palmeiras), Thiago Neves (Fluminense), Douglas (Corinthians); Taison (Inter), Dentinho (Corinthians) e Keirrison (Palmeiras). Sem falar de Nilmar e Ramires que, milagrosamente, Dunga convocou desta vez, mas que tiveram poucas chances com ele no comando da Seleção até o momento.

É é claro que teríamos outros nomes que poderiam ser convocados e que poderão vir a se destacar no Brasileirão deste ano, ou a voltar jogar um bom futebol, caso de Hernanes, Neymar, Paulo Henrique (Santos) entre outros não tão conhecidos.

Portanto, temos jogadores com qualidade de sobra, que estão no Brasil, para formar uma seleção brasileira de ótimo nível, sendo que a imensa maioria destes jogadores são melhores do que a quase totalidade dos atletas que atuam no exterior e que Dunga costuma convocar com grande frequência.

Portanto, Dunga, fique mais atento aos jogadores brasileiros que atuam aqui mesmo, edm nosso país, e que têm plenas condições de vestir a camisa da Seleção Pentacampeã Mundial de Futebol.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Semi-Finais da Copa do Brasil: Corinthians X Vasco; Inter X Coritiba!


Nos jogos desta semana, terça e quarta-feira, foram definidos os semifinalistas da Copa do Brasil.

Na terça-feira, o Coritiba derrotou a Ponte Preta por 1 X 0, em Curitiba. E ontem, no Maracanã, o Corinthians empatou com o Fluminense em 2 X 2, depois de estar vencendo por 2 X 0 já aos 16 minutos do primeiro tempo. Mas, depois, o Timão recuou e passou a administrar o resultado, principalmente no segundo tempo, quando o Fluminense tomou a iniciativa e esboçou uma reação, chegando a empatar a partida, pois o Corinthians estava sonolento em campo, atuando como se o jogo já tivesse terminado. O Fluminense ainda teve 26 minutos para fazer 4 X 2 e obter a classificação, mas as claras limitações técnicas da maioria dos seus jogadores e o fato do Corinthians ter acordado novamente para o jogo, impediram que o tricolor carioca fosse bem sucedido.

Assim, o Corinthians enfrentará o Vasco (que empatou com o Vitória em 1 X 1, em Salvador, após vencer o primeiro jogo por 4 X 0 no RJ), nos dias 27 de Maio e 3 de Junho, pela semi-final da Copa do Brasil. A CBF sorteará hoje à tarde os locais de cada partida.

Enquanto isso, o Internacional derrotou o Flamengo por 2 X 1, no Beira-Rio, e agora jogará contra o Coritiba. Porém, o segundo gol do Colorado nasceu de uma falta inexistente marcada pelo árbitro Paulo César Oliveira.

O futebol 'não tem lógica', como muitos dizem, mas o mais provável é que Corinthians e Internacional façam a grande final da Copa do Brasil, o que não seria nenhuma surpresa, pois são os dois melhores times do futebol brasileiro na atualidade. O São Paulo não está jogando nada. O Palmeiras têm uma defesa fraca e está muito irregular desde que chegou à semi-final do Paulistão. O Cruzeiro parece que ainda joga mal fora de casa e tem problemas defensivos.

Assim, os times brasileiros que me parecem ser os mais equilibrados, hoje, são justamente o Corinthians e o Inter-RS, que combinam bons sistemas defensivos, um meio-campo técnico e marcador e ataques que fazem muitos gols.

E caso os dois clubes consigam segurar os seus principais jogadores até o final do Brasileirão, eles são, também, os favoritos para ganhar o título brasileiro deste ano.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Simon tem péssima atuação e é premiado por isso!


A cara-de-pau dos dirigentes esportivos brasileiros é impressionante. Depois de ter tido um péssimo desempenho na arbitragem do jogo entre Botafogo X Corinthians, no Domingo passado, o árbitro Carlos Eugenio Simon foi escalado para apitar a partida decivisa entre Fluminense X Corinthians, no Maracanã, nesta quarta-feira.

Assim, depois de ter, claramente, prejudicado o Corinthians, com a não marcação de dois pênaltis claros a favor do time paulista, o árbitro premiado ganhou a indicação para apitar a partida que será decisiva para ambos os clubes na disputa por uma vaga na semi-final da Copa do Brasil..

Simon deveria ter sido afastado e por vários meses, até que aprendesse a apitar novamente.

No entanto, não foi isso o que aconteceu.

Isso demonstra o quanto os responsáveis pelo futebol brasileiro são de uma incompetência a toda prova.

Ridículo!!

domingo, 17 de maio de 2009

São Paulo é o campeão do 'Apito Amigo' em 2009!


O São Paulo é o time mais beneficiado por erros de arbitragem em 2009... só para citar alguns:

1) 2 gols impedidos contra o S.Caetano;

2) gol impedido do Borges contra o Defensor;

3) gol irregular do Miranda contra o Timão na primeira partida da semifinal;

4) o gol impedido do André Lima hoje, contra o Atlético-PR.

5) gol legítimo do Botafogo de Ribeirão Preto anulado quando o jogo estava 1 X 1 e o Botafogo jogava melhor, em partida do Paulistão 2009.

Sem falar que, na partida final do Brasileirão 2008, o local do jogo foi transferido de Goiás para Brasília e o gol do Borges foi totalmente impedido.

E por aí vai...

Corinthians, Santos e São Paulo empatam; Palmeiras perde do time misto do Inter, que lidera a Série A junto com o Vitória!


Os grandes times paulistas não tiveram uma rodada das mais positivas neste final de semana. O Corinthians empatou sem gols contra o Botafogo e como jogou fora e têm partida decisiva contra o Fluminense pela Copa do Brasil na quarta-feira, pode-se dizer que não foi um resultado ruim, não. Além disso, ficou claro que o Corinthians jogou em um ritmo cadenciado, tocando muito a bola e evitando entrar na correria, a fim de se poupar o time para o jogo decisivo contra o Fluminense pela Copa do Brasil no meio da semana.

A partida foi equilibrada com oportunidades de gol em número praticamente idêntico para ambas as equipes e o placar final somente não foi justo porque o árbitro, o péssimo Carlos Eugênio Simon, deixou de marcar dois pênaltis claros em favor do Corinthians, sendo um em cada tempo de jogo. No primeiro tempo, Ronaldo teve a sua camisa quase arrancada pelo jogador botafoguense dentro da grande área, sofrendo pênalti não marcado pelo árbitro. E na segunda etapa o jogador do Botafogo ajeitou a bola com o braço e dentro da área. Simon não marcou nenhum dos dois pênaltis, prejudicando claramente ao time paulista.

Quanto ao jogo, enquanto o Corinthians foi melhor no primeiro tempo, o Botafogo jogou melhor na segunda etapa. Ronaldo perdeu duas chances claras de gol que não está acostumado a perder e André Santos perdeu outra. Além disso, Felipe fez outra excelente partida e pegou tudo, fazendo excelentes defesas, o que está se tornando rotina ultimamente.

Já o São Paulo e o Santos empataram jogando em casa, o que não é nada bom num campeonato de pontos corridos. Enquanto o tricolor paulista fez o seu segundo gol apenas no final do jogo, e que foi totalmente irregular, pois André Lima estava impedido quando recebeu o passe de Hugo, contra o Atlético-PR, o Santos teve um empate com sabor de derrota na Vila Belmiro, por 3 X 3, contra o Goiás, pois vencia a partida por 3 X 1 e permitiu a reação do time goiano. Assim, o São Paulo soma apenas um ponto depois de 2 rodadas e nem tem sequer a justificativa de estar disputando 2 campeonatos simultaneamente, pois não precisou sequer entrar em campo para obter a classificação para a próxima fase da Libertadores, pois os clubes mexicanos desistiram de continuar no torneio. E o São Paulo, novamente, é beneficiado por um erro de arbitragem, o que se tornou comum ultimamente. É o tricolor paulista sendo beneficiado pelo famoso 'Apito Amigo'.

Enquanto isso, o Palmeiras, com a sua força máxima, foi derrotado pelo time misto do Inter, que começou a partida com apenas 4 titulares e cujo técnico, Tite, colocou D'Alessandro, Guiñazu e Nilmar apenas no segundo tempo. Mas, isso foi suficiente para o Inter vencer o jogo por 2 X 0, o que o transformou num dos líderes do campeonato, com 6 pontos ganhos, dividindo a liderança com o Vitória, que derrotou o Sport por 1 X 0 em seu estádio. Enquanto isso, o Cruzeiro perdeu do Náutico no Recife, mostrando que talvez ainda não tenha conseguido superar aquele que foi o seu calcanhar de aquiles no Brasileirão de 2008, que é fato de que não consegue bons resultados quando atua fora de casa.

Assim, após duas rodadas, a grande vantagem é do Internacional, pois venceu os seus dois jogos e contra times, Corinthians e Palmeiras, que têm tudo para se transformar em seus adversários diretos na disputa pelo título do Brasileirão. E o Inter conseguiu isso mesmo disputando, simultaneamente, a Copa do Brasil, pela qual terá um jogo decisivo na quarta-feira, no Beira-Rio, contra o Flamengo.

A boa surpresa inicial é o Vitória, que venceu os seus dois jogos, contra o Atlético-PR e contra o Sport, dois times que deverão dar bastante trabalho para os adversários durante todo o campeonato.

Porém, é claro que quando se comparam os elencos, o Inter desfruta de uma clara vantagem sobre o Vitória.

sábado, 16 de maio de 2009

Atlético derrota o Grêmio com ajuda do 'Apito Amigo' e Flamengo perde imensidão de gols contra o Avaí!


O Atlético Mineiro derrotou o Grêmio por 2 X 1, no Mineirão, mas teve uma bela ajuda da má arbitragem do ótimo árbitro Wilson Luis Seneme. Este, apitou um pênalti inexistente em favor do Galo mineiro, já no final da partida, quando a mesma estava empatada em 1 X 1. Thiago Feltrin fez para o Galo, enquanto o guerreiro Herrera, que entrou bem no jogo, fez para o tricolor gaúcho. Mas, Diego Tardelli converteu o pênalti inexistente e garantiu uma vitória que, na verdade, foi injusta, pois cada time foi melhor em cada tempo de jogo. O Atlético dominou amplamente o jogo no primeiro tempo e o Grêmio foi melhor no segundo período.

Mas, um erro de Seneme acabou por dar a vitória ao time mineiro.

Enquanto isso, no Maracanã, o Flamengo perdeu um caminhão de gols contra o Avaí, ficando num empate sem gols com o time catarinense. Se Adriano resolver esse problema do time, o Flamengo poderá até brigar pelo título, pois cria inúmeras e claras oportunidades de gol durante os jogos mas não tem um jogador que faça gols. E isso Adriano já demonstrou, durante a sua carreira, que sabe fazer.

Já o Santo André venceu por 4 X 2 um desfalcado Coritiba, que está priorizando a Copa do Brasil, jogando no Paraná, e assumiu a liderança provisória do Brasileirão 2009.

Sobre a Libertadores 2009!!


Na próxima fase da Libertadores, teremos um ótimo confronto entre Cruzeiro e São Paulo. O tricolor paulista, com o atual esquema tático, 'já deu o que tinha que dar'. E o Cruzeiro vive um ótimo momento, tendo derrotado o Universidad do Chile nos 2 jogos, enquanto que o time paulista se classificou no 'tapetão', pois o Chivas desistiu de continuar na competição. Creio que a Conmebol errou em permitir isso. Ela poderia ter escolhido os 2 melhores terceiros colocados para jogar contra São Paulo e Nacional. Assim, creio que o Cruzeiro é o franco favorito para se classificar á semifinal da Libertadores.

E o Palmeiras, agora, que eliminou o Sport no Recife, priorizará mais do que nunca a Libertadores, que é um torneio que Luxemburgo nunca ganhou. Mas, não creio que terá vida fácil contra o Nacional do Uruguai, não. Se o Palmeiras melhorar a sua defesa, poderá se classificar à próxima fase. Senão, ficará difícil.

O Grêmio somente pegou moleza na Libertadores até agora. Talvez seja eliminado quando enfrentar um time forte pela frente. A sorte é que isso não acontecerá agora, quando enfrentará o Caracas, da Venezuela. Assim, o tricolor gaúcho tem tudo para se classificar.

Para mim, Boca Jrs, Cruzeiro e Estudiantes são os favoritos para vencer a Libertadores. E o Palmeiras, como sempre digo, tem que melhorar a sua defesa. Se conseguir, entra na briga pelo título também.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Corinthians derrota Fluminense pela Copa do Brasil! Flamengo e Inter ficam no empate!


O Corinthians derrotou o Fluminense, ontem à noite, no Pacaembu, por 1 X 0, em jogo válido pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, com gol marcado por Dentinho, que recebeu um ótimo lançamento de Cristian, ficando cara-a-cara com o goleiro Fernando Henrique. O gol foi marcado logo aos 10 minutos do primeiro tempo e deu a impressão de que o Timão poderia conseguir um resultado mais folgado, podendo até golear o tricolor carioca.

Porém, o Corinthians perdeu muitas chances claras de gol ainda no primeiro tempo, o que continuou acontecendo na segunda etapa, embora em menor número. A excelente atuação do goleiro Fernando Henrique evitou uma goleada corintiana. Não fosse por isso e o Corinthians poderia ter ganho a partida por até 4 ou 5 gols de diferença, pois dominou amplamente a partida, principalmente no primeiro tempo.

Na segunda etapa, ficou claro o cansaço e a queda de ritmo do time corintiano, devido aos problemas musculares enfrentados por Chicão, Jorge Henrique, Elias e André Santos, bem como à gripe que atingiu Ronaldo e Morais.

Mesmo com um time, em grande parte, 'baleado' e desgastado pelo sucessão de jogos decisivos, o Corinthians criou chances suficientes para sair com uma goleada ontem do Pacaembu. Como isso não aconteceu, a decisão ficou para a segunda partida, que será no Maracanã, na próxima quarta-feira. Embora o placar de 1 X 0 possa ser considerado 'magro', o Corinthians não sofreu nenhum gol dentro de casa e caso marque um gol no RJ o Fluminense terá que fazer 3 gols para se classificar. Além disso, o Corinthians também têm a vantagem do empate, é claro. Vejam que o Palmeiras derrotou o Sport, em SP, por apenas 1 X 0 e depois obteve a classificação nos pênaltis, no Recife, após perder o jogo também por 1 X 0.

Apesar disso, é claro que a torcida corintiana ficou relativamente frustrada, pois o Timão criou chances suficientes para liquidar com a fatura logo na primeira partida e isso acabou não acontecendo.

Para maiores informações, acessem:

Enquanto isso, Flamengo e Internacional ficaram no 0 X 0 no Maracanã, o que deixou a decisão para o próximo jogo, no estádio do Beira-Rio. Assim, o Inter terá a vantagem de decidir tudo em seu estádio lotado, com a torcida a favor. Mas, é bom lembrar que um empate com gols classificará o Flamengo e isso não é impossível de acontecer.

Já o Vasco praticamente liquidou a fatura contra o Vitória, ao vencer o primeiro jogo por 4 X 0 em São Januário. O Vitória terá que fazer 'das tripas, coração' para conseguir reverter esta goleada e obter a classificação, o que seria um verdadeiro milagre.






http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/05/13/corinthians+vence+o+fluminense+e+fica+com+a+vantagem+do+empate+6116975.html

quarta-feira, 13 de maio de 2009

'São Marcos' têm atuação antológica e classifica o Palmeiras!


O goleiro Marcos, meu xará, classificou o Palmeiras à próxima fase da Libertadores, fazendo ótimas defesas durante a partida e, ainda, pegando 3 pênaltis que levaram o Verdão a eliminar o Sport da Libertadores. Assim, mesmo perdendo o jogo por 1 X 0, o Palmeiras se classificou para as quartas-de-final da Libertadores.

Para mim, deu a lógica, embora o Sport tenha feito uma boa partida. O Palmeiras tem mais time e demonstrou isso no momento decisivo, quando teve sangue frio e a eterna competência do seu goleiro para obter a classificação.

Agora, o Palmeiras irá enfrentar o Nacional do Uruguai que, tal como o São Paulo, sequer precisou jogar para obter a classificação, visto que os times mexicanos desistiram da competição.

Isso me pareceu um completo absurdo, pois todos os outros clubes que se classificaram conseguiram isso jogando bola, dentro de campo, e não no 'tapetão'. A Conmebol deveria ter feito com que São Paulo e Nacional enfrentassem os 2 melhores terceiros colocados da primeira fase e, assim, os times paulista e uruguaio teriam se classificado dentro de campo, jogando futebol, tal como aconteceu com os demais classificados.

De certa maneira, isso representará uma 'mancha' para os dois clubes caso um deles consiga conquistar o título. Sempre será lembrado que passaram para as quartas-de-final sem precisar entrar em campo, o que é lamentável.

Ronaldinho Gaúcho voltará a jogar futebol??


Afinal, o que está acontecendo com Ronaldinho Gaúcho, que já foi eleito o melhor jogador do futebol mundial e, depois que ganhou a Liga dos Campeões pelo Barcelona em 2006, parece que perdeu completamente a vontade de jogar futebol??

Ultimamente se cogitou a possibilidade de que ele, tal como o Fenômeno, voltasse para atuar no Brasil. Falou-se que ele poderia jogar no São Paulo ou no Flamengo. Mas, ele sim se parece com um ex-jogador em atividade. Enquanto Ronaldo Fenômeno voltou jogando com uma vontade imensa, como se fosse um jogador iniciante, Ronaldinho Gaúcho parece que não quer mais nada com o Futebol, o que é uma pena, pois é um grande jogador, sem dúvida alguma.

A questão é saber se Dunga insistirá em levar Gaúcho para a Copa do Mundo mesmo sabendo que ele não joga nada há cerca de 3 anos e nem parece demonstrar vontade alguma de jogar um grande futebol novamente. Nos jogos que participa, Ronaldinho fica tocando de lado, procurando se livrar rapidamente da bola, como se quisesse fugir da responsabilidade.

Torço para Ronaldinho recupere a sua vontade de jogar, pois o futebol brasileiro e mundial somente terão a ganhar com isso.

domingo, 10 de maio de 2009

Inter vence, mas toma sufoco do time reserva do Corinthians! Flu derrota o São Paulo e Cruzeiro ganha do Flamengo!


Esta primeira rodada do Brasileirão 2009 foi prejudicada devido ao fato de que muitos times não entraram com a sua força máxima em campo, principalmente o Corinthians. Mano Menezes colocou um time com 9 reservas e apenas 2 titulares (Felipe e Cristian) e, mesmo assim, conseguiu dominar a partida e tomar a iniciativa quase que o tempo inteiro, principalmente no segundo tempo, quando o jogo foi, praticamente, ataque do Corinthians contra a defesa do Inter.

Mas, como esse time do Corinthians, com essa escalação, nunca havia jogado junto uma única partida sequer, até que o desempenho do clube paulista não foi ruim. Pelo que as duas equipes mostraram dentro de campo, a vitória do Corinthians seria o placar mais justo. E tivemos um lance muito suspeito, em que o árbitro não marcou um pênalti a favor do Corinthians no segundo tempo. E o grande destaque do Corinthians nesse jogo foi o Jucilei, volante que veio do J.Malucelli e que jogou muito bem. Ele mostrou ser um jogador forte, bom marcador, rápido, que passa bem e é driblador. E ele jogou como se sempre tivesse sido jogador do Corinthians. Sua atuação foi tão boa que quando Mano o substituiu a torcida vaiou, pois queria que ele continuasse no jogo.

Agora, o Inter me decepcionou. Embora tenha vencido por 1 X 0, o time gaúcho criou poucas chances de gol durante a partida e tomou um sufoco do Corinthians durante quase todo o segundo tempo. De bom, no Inter, apenas o lance do golaço de Nilmar e o bom sistema defensivo. E o Inter mostrou que também tem um bom toque de bola. Mas, levar sufoco do time reserva do Corinthians não é motivo de orgulho para ninguém, não.

E também falaram muito desse Taison, do Inter, nos últimos tempos, mas hoje ele perdeu um gol feito, totalmente desmarcado e na cara do gol e com o goleiro já batido no lance. Até a minha avó faria esse gol, com certeza, de tão fácil que foi a chance que ele desperdiçou.

Já no Maracanã, o Fluminense derrotou o São Paulo por 1 X 0. É incrível: o tricolor paulista contratou Washington, Arouca e Jr. César, todos ex-Fluminense, e nem assim consegue ganhar do tricolor carioca.

E o Cruzeiro mostrou a sua força no Mineirão, algo que também aconteceu em 2008, derrotando o Flamengo por 2 X 0. Mas, em 2008, o grande problema do Cruzeiro foi que o time perdeu muitos jogos fora de casa e tinha uma defesa muito fraca. Vamos ver, nas próximas rodadas, se o Cruzeiro já consertou esses problemas.

Grêmio e Santos empataram em 1 X 1 no Estádio Olímpico, num placar que se revelou justo pelo que as equipes mostraram. O Santos surpreendeu, pois não jogou na retranca, não, e saiu para o jogo, tendo criado várias chances de gol. Mas, Kléber Pereira novamente desperdiçou uma chance clara de gol, cara-a-cara com o goleiro Vitor. O empate santista foi obtido numa linda cobrança de falta de Molina, que entrou bem na partida.

Assim, encerra-se a primeira rodada do Brasileirão deste ano, que promete ser muito bom.

Para maiores informações, entrem aqui:


http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/05/10/em+jogo+movimentado+cruzeiro+vence+flamengo+por+2+a+0+6048926.html

Brawn GP transforma a F-1 numa imensa marmelada!!


Uma grande marmelada foi servida, hoje, para os milhões de fãs da F-1 pelo mundo afora, pela equipe britânica Brawn GP, que é patrocinada por uma empresa, a Virgin, também de origem britânica. Esta, claramente, beneficiou ao piloto Jenson Button, quando este se encontrava na 2a. colocação, após ter sido ultrapassado, logo após a largada, pelo brasileiro Rubens Barrichello, que abriu cerca de 1,5 segundo sobre Button nas voltas seguintes. E por mais que o piloto britânico fizesse voltas cada vez mais rápidas, Barrichello dava o troco e corria de maneira ainda mais veloz.

Com isso, ficava claro que Button não iria conseguir ultrapassar Barrichello na pista. Por isso, restou à equipe Brawn GP a inglória e vexaminosa tarefa de oferecer uma gigantesca marmelada que beneficiou ao britânico Button. O que a britânica Brawn fez foi muito simples: ela mudou a estratégia de corrida de Button, fazendo com que este parasse apenas duas vezes nos boxes durante a prova, enquanto Barrichello fazia as três paradas que estavam programas para os dois pilotos.

A questão essencial aqui não é o fato de Button ter parado apenas duas vezes, mas que apenas no caso dele a estratégia inicial de prova tenha sido alterada. Porque a equipe também não alterou a estratégia de corrida de Barrichello? Isso indica, claramente, um nítido favorecimento da Brawn GP em favor do piloto britânico, que já está recebendo tratamento de primeiro piloto.

Além disso, o acerto do carro de Button, no treino classificatório, foi copiado do acerto do carro feito por Barrichello e o britânico ainda colocou menos combustível do que o piloto brasileiro no treino, sendo que durante todo o tempo deste Barrichello ficou sempre à frente de Button. Assim, foi graças a isso que Button fez a pole.

Assim, Barrichello faz o acerto do carro, Button copia, põe menos combustível que o brasileiro, faz a pole e, durante a prova, apenas ele, Button, é beneficiado por uma alteração na estratégia de corrida.

O que tudo isso prova? Que a Brawn GP já escolheu Button como o piloto pelo qual irá trabalhar, de forma prioritária, durante esta temporada. Alguém poderá dizer que isso já aconteceu, anteriormente, em inúmeras oportunidades na F-1. É verdade. Mas, não me lembro que isso já tenha sido feito quando o campeonato ainda estava na 5a. prova da temporada.

No GP da Espanha vimos, pela segunda vez no ano, a Brawn GP fazer Barrichello parar 3 vezes nos boxes, mesmo com ele tendo um carro competitivo nas mãos e largando entre os primeiros colocados.

Aliás, notem que nas 2 ocasiões em que isso aconteceu o Barrichello foi o ÚNICO piloto que fez 3 paradas nos boxes entre aqueles que largaram nas primeiras posições. NENHUM outro piloto, de qualquer outra equipe, fez isso.

Os únicos que estão fazendo 3 paradas, e raramente, são os que largam lá pela 15a. posição e que estão dirigindo um carro ruim. E olhe lá. E há quem, em função disso, pare apenas 1 vez no box, para tentar ganhar algumas posições durante a prova.

Button, até o momento, não fez 3 paradas em NENHUMA das 5 provas. E o Barrichello fez isso em 2 corridas. Por que será, hein?

O grande problema de Barrichello não é falta de talento para pilotar ou que Button esteja num momento iluminado, mas que ele não se impõe dentro das equipes pelas quais compete. Ele vê que o seu 'companheiro' de equipe é sempre beneficiado nos treinos, durante as provas, etc, e não fala nada, com medo de perder o emprego e os milhões de dólares que ganha.

E o distinto público é tratado feito trouxa, pois acredita estar assistindo a um esporte de competição quando, na verdade, está vendo um negócio corporativo que movimenta bilhões de Euros anualmente e cujos vencedores das corridas são definidos previamente pelas equipes.

A verdade é a seguinte: F-1 é uma grande marmelada. Há quem goste disso. Divirtam-se. Mas, eu paro por aqui.

E quando Button garantir a conquista do título do campeonato lá pela metade do mesmo, tenho certeza de que milhões de outros também irão parar de assitir a esse, literalmente, circo, onde a palhaçada impera e tudo é previamente determinado.

É bom esclarecer: não estou dizendo isso porque o Barrichello está sendo o prejudicado, mas porque aquilo que deveria ser um 'esporte de competição', onde o melhor vence, se transformou num negócio corporativo onde tudo é previamente programado e os vencedores das corridas são escolhidos pelas equipes, pouco importando o que o piloto faz na pista.

Muitos irão dizer que sempre tivemos jogo de equipe na F-1. É verdade. Mas, não na 5a. corrida do campeonato, onde tudo ainda está indefinido.

Jogo de equipe em benefício de um dos pilotos se faz nas últimas provas, quando o campeonato está indefinido e apenas um dos pilotos da equipe tem chances de ser o campeão, ou tem maiores chances de conquistar o título.

Foi isso que a Ferrari fez, por exemplo, na ÚLTIMA PROVA do campeonato de 2007, no GP Brasil, quando Massa fez uma corrida planejada para ajudar Raikkonen a conquistar o titulo.

Agora, fazer isso já nas primeiras provas do ano, como é evidente que a Brawn GP está fazendo em benefício de Button, é o fim da picada.

Não estou dizendo, também, que Button não teria vencido as corridas se a Brawn não o estivesse beneficiando na disputa interna com Barrichello. Talvez Button tivesse vencido as mesmas 4 provas, mas daí seria por mérito dele e não porque foi beneficiado pela equipe, como aconteceu hoje e de forma tão descarada.

Assim, entre ver uma palhaçada em que a marmelada corre solta, prefiro ler um bom livro ou navegar na Internet me informando sobre os assuntos do meu interesse.

Bye bye, F-1!

Quem gosta de ser enganado, que continue assistindo a esse lixo corporativo e onde a marmelada é descarada e corre solta, literalmente, desde o início do campeonato.

Que pena: destruíram com a F-1, um ex-esporte de competição que virou uma sujeira corporativa.

Triste!

sábado, 9 de maio de 2009

Palmeiras vira e ganha do Coritiba! Sport empata com o Barueri!


O Palmeiras derrotou o Coritiba, no Parque Antartica, por 2 X 1, de virada, depois de terminar o primeiro perdendo por 1 X 0. Luxemburgo colocou o time reserva e, embora tenha criado algumas chances de gol, o time não conseguiu marcar. No segundo tempo, entraram Diego Souza, Keirrison e Cleiton Xavier e, com isso, o Palmeiras sufocou o Coritiba no campo de defesa e conseguiu, justamente, virar a partida, embora o segundo gol palmeirense, marcado por Keirrison, tenha sido feito em posição de impedimento.

Tivemos vários lances polêmicos durante o jogo. Os palmeirenses reclamaram de pênaltis não marcados em jogadas em que a bola bateu no braço de jogadores do Coritiba, mas a regra diz que o jogador têm que ter a intenção de bater na bola. Não basta que esta atinja o braço do jogador. Assim, creio que o árbitro acertou em não marcar tais pênaltis, pois a bola bateu no braço dos jogadores do time paranaense e, logo, tais pênaltis não aconteceram. Além disso, o Jumar, jogador do Palmeiras, deveria ter sido expulso ainda no primeiro tempo de jogo, pois deu duas entradas criminosas nos jogadores do Coritiba e sequer recebeu o cartão amarelo nas mesmas. Mas, pelo que jogaram os dois times, o Palmeiras mereceu a vitória.

Já o Sport apenas empatou com o Barueri, por 1 X 1, mesmo jogando na Ilha do Retiro e com o time titular. Em Floripa, o Avaí cedeu o empate ao Atlético-MG, depois de ter feito 2 X 0 e o jogo terminou em 2 X 2.

Assim, o Palmeiras confirma que será um dos principais candidatos ao título do Brasileirão deste ano.

Pela Série B o Vasco derrotou o Brasiliense por 1 x 0 em São Januário. A vitória foi obtida muito mais em função da garra e da vontade do time do que da qualidade técnica, bastante limitada, do time vascaíno. Mas, a vitória foi justa e o primeiro jogo na Série B sempre é bastante nervoso e importante, pois uma vitória dará mais tranquilidade ao time, que poderá melhorar o seu desempenho e embalar na competição.

Para maiores informações, acessem:

http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/05/09/keirrison+marca+no+fim+e+da+vitoria+ao+palmeiras+na+estreia+6037938.html



http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/05/09/com+titulares+sport+tropeca+no+barueri+antes+de+decisao+6037942.html



http://esporte.ig.com.br/futebol/2009/05/09/vasco+inicia+calvario+com+vitoria+sobre+brasiliense+6036935.html

GP da Espanha de F-1 neste Domingo às 9 da manhã!!


Quando criei o blog, a idéia era de comentar apenas sobre Futebol. Mas, como acompanho o campeonato mundial de F-1 todos os anos e desde que era adolescente (assistia às corridas junto com o meu pai), então decidi fazer posts relacionados ao principal campeonato de automobilismo do planeta.

Além disso, o blog se chama 'Futebol e Fantasia'. Então, a F-1 entra na segunda categoria, de fantasia, ok?.

Neste início de campeonato vemos, claramente, um predomínio da Brawn GP e da Red Bull, que possuem três de seus pilotos nas primeiras colocações do campeonato.

E pelo que se viu até o momento Button (31 pontos), Barrichello (19 pontos) e Vettel (18 pontos) são, de fato, os principais candidatos ao título mundial deste ano.

Porém, a julgar pelo que observamos nos treinos classificatórios para a o GP espanhol, não descarto a possibilidade do início de uma recuperação da Ferrari no campeonato pois, aparentemente, o carro da equipe melhorou muito com as inúmeras modificações feitas no mesmo, tanto que Felipe Massa irá largar na 4a. posição do grid, ao lado de Barrichello, o que é a sua melhor colocação em 2009. A questão é se o carro mostrará que, além de rápido, aguentará terminar uma corrida, algo que está muito difícil de acontecer neste ano para a equipe italiana.

Enquanto isso, os favoritos ao título largam nas três primeiras colocações do grid, com Button na pole, Vettel em segundo (ele deveria estar em segundo lugar no campeonato se não tivesse se envolvido no acidente com Kubica no GP da Austrália) e com Barrichello largando em terceiro lugar.

Já a Mclaren continua muito mal e Lewis Hamilton largará apenas na 14a. posição e Kovalainen sairá em 18o. lugar, à frente apenas dos dois carros da Force India.

A continuar assim, o melhor que a Mclaren deveria fazer é esquecer do campeonato de 2009 e trabalhar, desde já, no projeto do carro do ano que vem, tal como a Brawn GP fez em 2008, quando ainda se chamava Honda e Barrichello e Button guiavam duas carroças do Velho Oeste e a equipe concentrou totalmente no desenvolvimento do carro de 2009. Agora, a Brawn GP colhe os frutos desta decisão, que se revelou extremamente correta, tal como os resultados de 2009 estão demonstrando.


Para maiores informações, acessem:

http://esporte.ig.com.br/grandepremio/formula1/2009/05/09/com+volta+surpreendente+no+final+button+crava+pole+6027969.html

Comentando a Série A do Brasileirão 2009!! - Parte 2!!


Aqui vai mais uma análise sobre o Campeonato Brasileiro deste ano, que promete ser um dos melhores dos últimos anos, se não for o melhor. A mesma foi inspirada pelo Hugo Albuquerque, que sempre comenta, de forma bastante inteligente, aqui no blog. Obrigado ao Hugo!!


Creio que o Brasileirão 2008 foi muito ruim. Foi muito fraco tecnicamente. Eu falava com meus amigos e conhecidos que ele estava sendo um dos piores campeonatos brasileiros que eu já havia acompanhado.

E o Brasileirão deste ano, que parece que terá equipes bem mais fortes do que as do ano passado, novamente ficará na dependência da 'janela européia', infelizmente.

Creio que o time que conseguir segurar os seus principais jogadores (entre aqueles que considero favoritos, como o Corinthians, Inter, Palmeiras e, um pouco atrás, Grêmio, São Paulo e Cruzeiro) terá grandes chances de ser o campeão.

E mesmo que sejam feitas contratações para repor as 'peças perdidas', os novos jogadores nem sempre rendem o mesmo ou não se encaixam no esquema tático ou na 'filosofia de trabalho' dos técnicos. O Flamengo tentou fazer isso em 2008 e não deu certo.

Ah, li no 'Lance!' de hoje que o Flamengo deve 3 meses de salários para o Cuca e os jogadores.

Assim, o Flamengo não é mais um clube, mas uma entidade assistencial, onde quem lá trabalha é um voluntário. Considero impossível que essa situação perdure, pois acabará gerando insatisfação crescente entre todos. E a contratação do Adriano, neste contexto, pode piorar a situação, já que ele receberá, segundo o que foi divulgado, R$ 350 mil mensais. Mesmo que não seja o Flamengo que irá pagar o seu salário, ele estará numa situação privilegiada, o que poderá gerar muita insatisfação entre os demais jogadores, o que não seria nada surpreendente, aliás, se vier a ocorrer.

Creio que o Corinthians tem alguns pontos fortes: o time está dando continuidade a um trabalho bem sucedido e que foi iniciado em 2008 (algo muito raro de acontecer no meu Timão, onde se trocava de técnico mais rapidamente do que de uniforme) e que ganhou muita moral sendo Campeão Paulista Invicto, algo que havia ocorrido pela última vez apenas em 1972, com o Palmeiras. E o Paulistão é de, fato, o campeonato estadual de melhor nível técnico e o mais difícil do Brasil. O seu campeão, qualquer que seja ele, é um candidato natural ao título do Brasileirão (o Palmeiras do ano passado tinha o melhor elenco do campeonato, mas as rixas internas entre os inúmeros egos do seu elenco o impediram de ser o campeão e quase o eliminaram da Libertadores de 2009).

E o técnico do Corinthians, o sério e competente Mano Menezes, é o mesmo de 2008 e 9 dos 11 titulares deste ano já eram titulares no ano passado. As exceções são Ronaldo e Jorge Henrique. É o mesmo time-base e que demonstra possuir jogadores de qualidade e versáteis, como Chicão (um ótimo marcador, que chuta e passa bem e que é um excelente cobrador de faltas e de pênaltis) Cristian (marca e passa muito bem, além de finalizar com força e precisão) e Elias (este foi o melhor jogador do Paulistão deste ano, sem dúvida alguma).

E o Corinthians ainda tem Ronaldo, que decidiu os confrontos contra o São Paulo (no segundo jogo), contra o Santos (na primeira partida) e contra o Atlético-PR (também na segunda partida). Não há outro jogador do mesmo nível de Ronaldo no futebol brasileiro, hoje, e este é um ponto a favor do Corinthians, ainda mais com ele jogando com grande vontade e fazendo inúmeros gols, principalmente nos momentos decisivos. Isso não é nada surpreendente. Afinal, para um jogador que marcou 2 gols numa final de Copa do Mundo, fazer o mesmo em jogos decisivos do Paulistão, da Copa do Brasil ou do Brasileirão não deve ser nada difícil.

Quanto ao Inter, é um time muito forte, com grandes chances de ser campeão, mas terá que demonstrar isso na Série A, pois o campeonato gaúcho não serve de parâmetro. A final do mesmo foi contra um time que disputa a Série C do Brasileirão. E pelo que se comenta, há uma grande chance de Nilmar e de outros jogadores irem para o exterior. Acontecendo isso, o Inter não terá como repor tais jogadores e mesmo que o faça, até que o rendimento dos mesmos alcance o nível dos que saírem levará um bom tempo e sequer existe a garantia de que isso ocorrerá. Nem sempre os que chegam tem tempo suficiente para se encaixar no esquema de jogo ou rendem o esperado. Mas, se segurar os seus principais jogadores, o Inter irá disputar o título, com certeza.

Já o Palmeiras é um time muito bom, mas precisa arrumar a defesa. Se fizer isso, é forte candidato ao título, sim, pois tem bons jogadores como Cleiton Xavier, Diego Souza, Pierre e um goleiro campeão do mundo, experiente e seguro, que é o meu xará, o Marcos.

Para mim, o Sport é 'fogo de palha'. É um time limitado tecnicamente e que somente foi campeão da Copa do Brasil do ano passado graças a arbitragem totalmente tendenciosa do ridículo Alício Pena Jr, que é um árbitro que sente muito a pressão do time da casa. Tal árbitro também prejudicou o São Paulo num partida do Brasileirão disputada no Olímpico, validando um gol impedido do Grêmio que deu a vitória ao clube gaúcho. Se não fosse pelo Alício Pena Jr, o Sport sequer estaria na Libertadores.

E o Cruzeiro, que quase sempre monta times de bom nível técnico e que jogam um futebol vistoso, tem dois velhos problemas: a defesa sofre muitos gols e o time pouco vence fora de casa. Se continuar assim, talvez sequer consiga classificação para a Libertadores de 2010.

Quanto ao São Paulo, não creio que o problema seja a fórmula de disputa (como o Hugo cogitou em seu comentário) pois o time venceu Libertadores, que é disputada no 'mata-mata' já a partir da segunda fase.

Creio que o 'segredo' do São Paulo é o de manter uma mesma base de jogadores e de comissão técnica a cada ano que passa. Muricy já está iniciando o seu quarto ano consecutivo como treinador são-paulino, algo raríssimo de acontecer no futebol brasileiro, onde a maioria dos técnicos perde o cargo logo nas primeiras rodadas e onde os clubes nunca tiveram o hábito de fazer um trabalho planejado, de longo prazo. No caso do São Paulo isso não ocorre e o clube colhe os frutos disso.

Assim, quando um jogador sai, o time rapidamente contrata outro para o lugar, que se encaixa num esquema já existente. O São Paulo é como uma máquina 'bem azeitada' que quando uma peça quebra ela é rapidamente substituída por outra que continua o trabalho da anterior, sem promover grandes modificações no desempenho do time.

Mas, o Paulistão mostrou que tal esquema 'já deu o que tinha que dar' e se quiser ter chances de disputar o título o São Paulo terá que mudar a sua maneira de jogar, valorizando mais o toque de bola e a articulação de jogadas, algo que o time fez muito pouco neste Paulistão. Isso de depender de bola aérea cruzada pelo Jorge Vágner e pelo Hernanes e dos avanços dos alas não poderá continuar. Tal esquema já está 'manjado' e Mano Menezes soube como anulá-lo nas semi-finais do Paulistão. Isso é muito pouco para ser campeão, creio eu. Assim, ou o São Paulo muda o seu esquema, variando mais o seu esquema tático, ou poderá fazer figuração neste Brasileirão que promete ser o melhor e o mais disputado em muito tempo.

Já o Grêmio mostrou, em 2008, que parece ser um time que perde fôlego na reta final. O time tem bons jogadores, como Souza e Tcheco, mas precisará manter o mesmo pique do início ao fim do campeonato, algo que não conseguiu fazer em 2008.

E o Santos melhorou muito em relação ao ano passado, mas creio que precisará se reforçar ainda mais caso ambicione mais do que uma vaga na Libertadores e mesmo essa será muito difícil de ser obtida, pois a concorrência está muito forte neste ano.

Bem, o campeonato nem começou mas, neste momento, aponto Corinthians, Palmeiras e Inter como os favoritos. Grêmio, São Paulo e Cruzeiro podem chegar lá, mas irá depender de superar certas deficiências.

Entre possíveis surpresas, eu aponto o Atlético-PR como a mais provável de todas. O clube tem um técnico experiente e que já foi Campeão Brasileiro, em 2001, pelo Furacão. O clube revelou alguns bons valores (Raul, Wallyson) e contratou uma boa promessa, que é o ala-esquerdo Márcio Azevedo, que disputou a Série B do Brasileiro de 2008 pelo Fortaleza, no qual se destacou. E ainda tem os veteranos Marcinho e Rafael Moura, que estão rendendo bem mais do que em seus clubes anteriores. Por tudo isso, o Atlético-PR poderá surpreender e, até, brigar por uma vaga na Libertadores. Este será um daqueles times que os adversários terão que suar muito para derrotar.

Portanto, este campeonato promete muito.

Somente espero que a 'janela européia' não estrague tudo...

Comentando a Série A do Brasileirão 2009!!


Vou procurar analisar, neste post, o Campeonato Brasileiro de 2009, que começará neste final de semana.

Hoje, para mim, os favoritos ao título são Corinthians, Internacional e Palmeiras. Eles têm os melhores elencos do país, com certeza.

E o Corinthians não é apenas o Ronaldo, não. Elias foi o melhor jogador do Paulistão. Marca bem, corre, é habilidoso, rápido, faz gol, apóia bem o ataque. Cristian é um bom marcador que sabe sair jogando e chuta forte e bem de fora da área. André Santos, para mim, é melhor lateral do que Kléber e merecia ser convocado para a seleção. É um bom marcador, com técnica, habilidade, dribla bem e também chuta forte e faz gols. Felipe praticamente fechou o gol contra São Paulo e Santos nas finais do Paulistão. Foi o melhor goleiro do Paulista, disparado. Chicão e William formam uma ótima dupla de zaga. Não é à toa que o Paulistão 2009 foi o quarto torneio seguido em que o Corinthians teve a defesa menos vazada. Douglas é um bom meia, com visão de jogo e bom passe. Ele foi prejudicado neste ano devido à uma contusão, mas agora ele já está mostrando um melhor futebol (ele fez uma ótima partida contra o Santos, no segundo jogo da final) e tende a evoluir ainda mais. Dentinho é rápido, habilidoso, driblador e costuma 'amarelar' as defesas adversárias, que somente conseguem pará-lo na base da pancada.

O Inter tem um ótimo time, e é um forte candidato ao título do Brasileirão, mas o Campeonato Gaúcho, que ele venceu com grande facilidade, não serve de parâmetro para o Brasileirão, pois só tem dois times fortes lá no Rio Grande do Sul, Inter e Grêmio, e como este foi eliminado antes da final, o Gaúcho 2009 foi um campeonato de um time só. Basta dizer que a final do Gauchão foi contra o Caxias, que disputou a Série C do Brasileirão de 2008 e permaneceu por lá, voltando a disputá-la em 2009. Ganhar campeonato contra time de Série C é obrigação. Nada além disso. Vamos ver se o Inter irá repetir o mesmo desempenho na Série A do Brasileirão 2009. E o Colorado ainda corre o risco de perder vários jogadores para clubes do exterior durante o campeonato. Fala-se muito, por exemplo, na possibilidade de Nilmar ir para a Europa. Se perder jogadores importantes durante o campenato e não conseguir repor as 'peças a altura' o Inter dará adeus à disputa do título.

O Palmeiras é muito bom do meio-de-campo para a frente, com bons e talentosos jogadores (Pierre, Diego Souza, Cleiton Xavier), tem em Marcos um excelente e experiente goleiro, um técnico vencedor e experiente, mas a zaga falhou muito neste ano. Parece que ela melhorou nos últimos jogos, mas ainda é uma incógnita se a mesma continuará progredindo ou voltará a falhar tanto como no Paulistão deste ano. Caso arrume a zaga, o Verdão é um sério candidato ao título, até porque o elenco deste ano parece que não têm os mesmos e graves problemas de relacionamento que tanto prejudicaram o time em 2008 (era muita estrela para pouca constelação).

Não vejo o São Paulo como favorito ao título, pois o seu esquema de jogo já está 'manjado'. Mano Menezes deu uma aula de tática no Muricy na semi-final do Paulistão e mostrou como se faz para anular o tricolor paulista. Resumindo: basta anular os alas, mais Hernanes e Jorge Vágner. Sem que estes jogadores joguem bem, o São Paulo morre em campo, praticamente. Se Muricy não mudar o esquema tático para o Brasileirão (abandonando o horroroso esquema de chutão para a frente e bola aérea sobre a área adversária), creio que o time correrá sério risco de sequer se classificar para a Libertadores.

O Cruzeiro é um bom time, com um bom elenco (Vágner, Ramires, entre outros), mas costuma nadar muito e morrer na praia, mesmo quando joga um futebol bonito, como ocorreu em 2008. E o Cruzeiro teve uma defesa muito ruim e quase não conseguiu vencer fora de casa no campeonato brasileiro de 2008. Se não resolver tais problemas, se limitará a lutar por uma vaga na Libertadores.

O Flamengo conquistou o tri-campeonato carioca, tem alguns bons valores (Ibson, Juan, Léo Moura, o goleiro Bruno) e contratou Adriano, mas a situação financeira é trágica e isso poderá afetar o rendimento do time no campeonato. Por isso, creio que o rubro-negro carioca irá tentar uma vaga na Libertadores.

O Santos melhorou muito com a chegada de Vágner Mancini e chegou à final do Paulistão deste ano, com inteira justiça, mas Kléber Pereira e Mancini 'não se bicam' e o atacante que, com os seus inúmeros gols, impediu o Santos de ser rebaixado para a Série B no ano passado e o classificou à semi-final do Paulista deste ano, não deverá permanecer na Vila Belmiro. Fala-se muito na possibilidade dele ir para o Palmeiras. Se ele sair do Peixe, o mesmo terá grandes dificuldades para contratar um atacante do mesmo nível e isso poderá ser fatal para as pretensões santistas no campeonato. Se não perder Kléber Pereira ou contratar um substituto à altura caso o mesmo saia, o Santos deverá brigar por uma vaga na Libertadores.

Outro time que poderá vir a disputar uma vaga na Libertadores é o Fluminense, que contratou Carlos A. Parreira, Fred, trouxe Thiago Neves de volta e manteve Conca. Não creio que isso seja suficiente para ganhar o título, mas o Flu fará uma campanha bem melhor do que a de 2008, quando ficou na zona de rebaixamento durante boa parte do campeonato.

O Grêmio entra abalado pela perda do Brasileirão do ano passado, quando chegou a liderar o campeonato com 12 pontos de vantagem sobre o segundo colocado e, mesmo assim, perdeu o título para o São Paulo. Não acredito que o tricolor gaúcho brigará pelo título. O time tem bons jogadores, como Souza e Tcheco, e deverá ser um sério candidato à uma vaga na Libertadores. Isso se não for o campeão da Libertadores deste ano. Daí, disputará o Brasileirão apenas para 'cumprir tabela', tal como o Sport fez em 2008.

Times como o Atlético-PR, Coritiba, Atlético-MG, Vitória, Goiás, Sport e Botafogo deverão brigar por uma vaga na Sul-Americana. Se fizerem mais do que isso, já estarão no lucro. Enquanto isso, Avaí, Barueri, Santo André e Náutico são sérios candidatos ao rebaixamento e terão que fazer 'das tripas, coração' para não cair.

Bom, é isso aí.

Ótimo campeonato para todos!


Obs: Todos estes comentários estão sendo feitos, evidentemente, com base na ATUAL situação dos clubes que disputarão a Série A deste ano.

Mas, como é do conhecimento de todos, no meio do ano teremos a abertura da famosa 'janela européia' de negociações e existe a expectativa de que vários jogadores importantes, de alguns dos principais clubes brasileiros, possam vir a ser negociados com times da Europa. E isso poderá modificar radicalmente o cenário da disputa.

No ano passado, por exemplo, o Flamengo começou muito bem o campeonato brasileiro mas, na época da 'janela européia', perdeu jogadores fundamentais (principalmente o Marcinho, que vinha sendo o melhor jogador da equipe) e isso enfraqueceu o time, que perdeu a liderança e sequer conseguiu se classificar para a Libertadores de 2009.

Porém, se a 'janela européia' modificar a situação e muitos jogadores forem negociados com o exterior, é claro que irei reavaliar os comentários feitos neste post e farei uma nova análise com base na realidade que irá surgir no período posterior ao da 'janela européia' de negociações.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Com 2 gols de Ronaldo, o Corinthians derrota o Atlético-PR pela Copa do Brasil!!


Novamente, o gênio e artilheiro Ronaldo fez a diferença contra o Atlético-PR, no Pacaembu, marcando os 2 gols do Timão contra o time paranaense e que decidiram a partida em favor do Timão.

Assim, novamente, Ronaldo fez a diferença, tal como já havia ocorrido na decisão do Paulistão contra o Santos.

O Corinthians encontrou muitas dificuldades para marcar o primeiro gol, devido à forte marcação do time paranaense, que jogou com 3 zagueiros e 2 volantes de marcação e que tentava marcar um gol em rápidas jogadas de contra-ataque. Porém, Wallyson, jovem revelação do Atlético, desperdiçou 2 claras jogadas para marcar (uma em cada tempo de jogo).

Assim, apareceu o talento de Ronaldo, devido ao fato de que o Corinthians sufocou o Atlético em seu campo no segundo tempo, imprimindo maior velocidade e acelerando o ritmo da partida. Com isso, Ronaldo chutou de fora da área e marcou o primeiro gol corintiano, que abateu muito o time paranaense, que não conseguiu esboçar qualquer reação no jogo. Pouco depois, Ronaldo foi 'ensanduichado' dentro da área do Atlético por 2 jogadores adversários, sofrendo pênalti que ele mesmo converteu. O segundo gol liquidou a fatura em favor do Campeão Paulista Invicto de 2009.

Agora, o Timão irá enfrentar ou o Fluminense ou o Goiás, que se enfrentam hoje à noite no Rio de Janeiro.
Para maiores informações, acesse:

Barcelona empata em 1 x 1 e elimina Chelsea fora de casa e com um jogador a menos!


Ontem, vimos uma excelente partida de futebol entre o Barcelona e o Chelsea, pela semifinal da Liga dos Campeões da Europa 2008/2009.


O Chelsea abriu o placar logo aos 9 minutos do primeiro tempo, num chute que Essien jamais irá conseguir repetir em sua carreira.


Depois disso, o time inglês recuou e passou a se preocupar apenas em se defender, e foi assim até levar o gol de empata do Barcelona, feito por Iniesta aos 47 minutos do segundo tempo.


Com isso, o Barcelona conseguiu eliminar o Chelsea dentro da casa deste, mesmo tendo jogado com um jogador a menos durante a maior parte da segunda etapa (Abidal foi expulso de forma totalmente incorreta aos 22 minutos do segundo tempo).


Mesmo com um jogador a menos, o Barcelona não desistiu e continuou tomando a iniciativa da partida, enquanto o Chelsea apenas explorava esporádicas jogadas de contra-ataque. Somente a incompetência dos jogadores do time inglês é que impediu que o mesmo fizesse 2 x 0 e liquidasse a fatura.


Drogba, que tanto reclamou do juiz, perdeu um gol feito, na frente do goleiro Victor Valdés. Engraçado certos jogadores: perdem gols que 'até a minha avó faria' e depois, quando perdem ou são eliminados, põem a culpa no árbitro. Aliás, o erro mais grave deste foi em prejuízo do Barcelona, quando expulsou Abidal num lance de falta inexistente em que o jogador do Barcelona estava há uns 2 metros de distância do jogador do Chelsea e, portanto, sequer tocou neste.


Assim, o Barcelona mereceu a classificação, sim, pois foi o único time que procurou jogar no ataque. Tanto isso aconteceu que o Barcelona teve mais de 60% de posse de bola. E um time, como o Chelsea, que joga em casa, com a torcida a favor, ganha a partida por 1 X 0, tem um jogador a mais em campo e o técnico do time tira o Drogba para colocar o Belletti no lugar, têm mais é que perder, mesmo.

Ganhou o time que procurou jogar futebol. Como o Chelsea não fez isso, acabou eliminado de maneira mais do que justa. Aliás, a conquistas é ainda mais significativa porque o time catalão não pôde contar com o craque e artilheiro Henry, devido à contusão.

Quanto à final, entre Manchester United e Barcelona, simplesmente não há favoritos. Estes são, definitivamente, os 2 melhores times de futebol do planeta hoje e a final será histórica. Teremos um grande jogo, sem dúvida alguma.
Para maiores informações, acesse:

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Domingos é jogador de futebol ou lutador de 'Vale-Tudo'?


O zagueiro Domingos precisa se decidir se, afinal, ele é um jogador de futebol ou um lutador de 'Vale-Tudo'. Afinal, no segundo jogo contra o Palmeiras pela semi-final do Paulistão deste ano ele arrumou uma enorme confusão com Diego Souza, que estava muito nervoso e que já deveria ter sido expulso num lance anterior em que esmurrou a costa de Germano.


Domingos, com certeza, percebendo o descontrole emocional de Diego Souza, tão logo entrou em campo tratou de provocar o jogador palmeirense, e simulou ter sido agredido pelo mesmo (o que não ocorreu, aliás) o que levou à expulsão de ambos e ao início de uma confusão que durou vários minutos.


E agora, na segunda partida decisiva da final do Paulistão, Domingos voltou a ser expulso, devido a uma entrada criminosa com a sola da chuteira na canela de Dentinho. Embora, o lance que originou a sua expulsão tenha sido outro (uma falta leve sobre Ronaldo), ele claramente foi expulso pelo 'conjunto da obra', como diz o narrador Milton Leite, do Sportv.


Será que esse brucutu e troglodita, que é o Domingos, que tenta convencer aos outros de que é um jogador de futebol, continuará promovendo suas confusões e agredindo colegas de profissão de maneira covarde tal como aconteceu nos 2 últimos jogos dos quais participou?


Já passou da hora dele sofrer uma punição rigorosa e ficar uns 2 ou 3 meses, no mínimo, afastado do futebol. Assim, ele terá tempo de sobra para refletir se, afinal, é um jogador de futebol ou um lutador de 'Vale-Tudo'!

Palmeiras vence Sport por apenas 1 X 0 e, agora, decide vaga no Recife!


É claro que os palmeirenses devem estar felizes com a vitória sobre o Sport, ontem, por 1 X 0. Mas, eu recomendaria bastante cautela aos torcedores palestrinos, pois embora o clube paulista não tenha tomado nenhum gol jogando em casa, o fato é que o placar foi 'magro'. No ano passado, quando o São Paulo ganhou do Fluminense pelo mesmo placar no Morumbi, também pela Libertadores, que 1 x 0 era pouco e que eles deveriam ficar preocupados com o jogo da volta. E o que aconteceu foi uma vitória do tricolor carioca 3 x 1, que acabou eliminando o São Paulo.


Por isso, palmeirenses, coloquem a 'barba de molho', pois o jogo no Recife não será fácil e o Sport têm totais condições de vencer a partida por 2 gols de diferença ou mais, pois contará com o forte apoio da sua torcida e o estádio da Ilha do Retiro é um 'caldeirão' e o gramado é horrível. Para o Sport, tudo isso representa vantagem embora, é claro, nada disso seja suficiente para lhe garantir a classificação.


Mas, que o Palmeiras não terá vida fácil ah, isso não terá, não.
Acesse o vídeo com os melhores momentos do jogo clicando no link abaixo:




domingo, 3 de maio de 2009

Corinthians é Campeão Paulista de 2009 Invicto!


Tal como o autor deste blog já havia antecipado, o Corinthians alcançou uma conquista histórica neste Domingo, conquistando o seu 26o. título do Campeonato Paulista e de forma invicta.

O título foi mais do que merecido, pois o time do Corinthians foi, de fato, o melhor do Paulistão 2009!

Que esse título do Timão sirva de estímulo para novas e gloriosas conquistas!

Vai pra cima, Timão!

Corinthians Campeão Paulista de 2009 Invicto!

obs: também acertei as conquistas do Flamengo e do Cruzeiro!


Vídeo com os melhores momentos da segunda partida da decisão do Paulistão 2009:

http://www.youtube.com/watch?v=BIUHLx4fj5I



Vídeo da festa da conquista do Corinthians!


http://www.youtube.com./watch?v=LeDNdqKMTnE

Decisões dos Campeonatos Estaduais!


Teremos, hoje, a definição dos campeões estaduais de 2009. Bem, em São Paulo, a fatura já está praticamente liquidada em favor do Corinthians. O Santos, em tese, poderia vencer por 3 gols de diferença e conquistar o título? Sim, pois no futebol tudo é possível. Mas, que é muito improvável que isso aconteça, isso é, sim. E por várias razões:

1) A vantagem do Corinthians é muito grande;

2) O mando do jogo é do Timão, que terá o apoio maciço e enlouquecido da sua Fiel Torcida até o final da partida num Pacaembu lotado;

3) O Corinthians nunca perdeu um jogo sequer por 3 gols de diferença desde que Mano Menezes se tornou o técnico do clube;

4) O Corinthians perdeu, no Pacaembu, pela última vez, no jogo contra o Bahia, pela Série B, no final de Julho de 2008;

5) O Santos está abalado pela eliminação vexaminosa da Copa do Brasil para o frágil CSA, que foi goleado em casa pelo Coritiba por 4 X 0, e pela derrota no primeiro jogo da decisão para o próprio Corinthians. A decisão da diretoria santista de não permitir entrevistas durante esta semana foi, claramente, uma medida para não expor o abatimento do elenco após estas duas derrotas que ocorreram em plena Vila Belmiro;

E o motivo principal pelo qual o Corinthians não perderá o título paulista é... Ronaldo!

Como disse o próprio Vágner Mancini: Ronaldo é genial e desequilibra. E ele é MUITO melhor do que qualquer outro jogador que atua no futebol brasileiro hoje. A diferença de categoria que o separa dos demais é abissal! E isso não deve surpreender ninguém, é claro.

Afinal, não é todo dia que temos o privilégio de assistir, no Brasil, e jogando por um clube gigantesco como o Corinthians, um dos maiores jogadores da História do Futebol mundial. Ronaldo é um jogador do nível de um Maradona, Zico, Garrincha e que tem momentos de Pelé, como se viu na primeira partida da decisão contra o Santos, em plena Vila Belmiro, em que fez dois gols absolutamente geniais!

Por tudo isso, somente uma péssima e catastrófica atuação de todo o time corintiano hoje, e que ainda não aconteceu sob o comando de Mano Menezes em 2009, e uma partida magistral do Peixe poderão fazer com que o Corinthians perca este título. E Ronaldo ainda teria que ficar apagado, sem fazer nada, durante a partida inteira. Assim, o Santos depende de tantos fatores que a conquista do título é uma tarefa quase impossível.

Já quanto ao Rio de Janeiro, penso que o Flamengo deverá ser o Campeão, pois o Botafogo perdeu o seu melhor jogador, Maicossuel, bem como o atacante Reinaldo, para esta partida decisiva. E o Flamengo tem bons jogadores (Léo Moura, Juan, Ibson) que se tiverem boas atuações poderão fazer a diferença em favor do rubro-negro carioca. Então, dificilmente o Flamengo perderá esse título, que esteve nas mãos do Botafogo na final da Taça Rio.

E em Minas Gerais, nem a própria torcida do Atlético acredita no time e poucos torcedores do clube estarão presente no Mineirão. A vantagem aberta pelo Cruzeiro no primeiro jogo, 5 X 0, é grande demais para ser revertida.

Então, para mim, Corinthians, Flamengo e Cruzeiro deverão conquistar os títulos estaduais dos 3 campeonatos mais importantes do país, junto com o gaúcho, que já foi definido na semana passada em favor do Internacional, que goleou o Caxias, time da Série C do Brasileirão, por 8 X 1.

sábado, 2 de maio de 2009

Ótima entrevista com Mano Menezes!!


Publico abaixo uma ótima entrevista do técnico do Corinthians, Mano Menezes, que ele concedeu ao jornal gaúcho 'Zero Hora':


Mano Menezes: Ronaldo não precisa marcar

Técnico deu entrevista exclusiva na semana em que decide o título paulista

Durante a pré-temporada na Fazendinha, a comissão técnica do Corinthians enfrentou o time da imprensa em um jogo festivo. Em alguns minutos o placar já estava 4 a 0 para a comissão técnica, apesar de a imprensa atuar com 13 jogadores. Os jornalistas-boleiros tentavam sair para jogar, não conseguiam. Os profissionais do Corinthians retomavam a bola e os prensavam na grande área. Em meio a um dos tantos ataques, Mano Menezes deslizou até a lateral do gramado e gritou para o técnico da imprensa, um radialista da Jovem Pan:

– E aí? Manda o teu time adiantar a marcação! Manda o teu time sair!

E voltou para o jogo, às gargalhadas.

Mano divertiu-se porque um dos analistas de futebol, naquele momento, encontrava-se na mesma posição em que ele, técnico, volta e meia se encontra em um jogo profissional.

– Dizer o que tem que se fazer é fácil, ir lá e fazer é que é complicado – riu-se Mano.

Essa história ele a contou com exclusividade a Zero Hora na última quarta-feira, poucas horas antes de seu time enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixada, em Curitiba, de onde voltou com um resultado razoável: derrota de 3 a 2, os dois gols do Corinthians marcados aos 41 e aos 47 do segundo tempo.

Mano concedeu entrevista por mais de duas horas, num canto reservado do saguão do Hotel Pestana, em que o Corinthians estava hospedado.

O gaúcho Mano, discípulo de Ênio Andrade (“uma unanimidade”) e de Felipão (“como todo gaúcho tem de ser”), admirador de Paulo Autuori, com quem fez um estágio em 1997 e a quem não cansa de elogiar, é hoje um dos técnicos mais valorizados do país. Sacou o Corinthians da Série B, como já fizera com o Grêmio e, como já fez com o Grêmio, está prestes a conquistar o campeonado estadual. Neste domingo, às 16h, no Pacaembu, seu time pode perder até por 2 a 0 do Santos que fica com o título paulista.

Mano falou de tudo, no âmbito do futebol. Das relações entre os jogadores, da imprensa e dos clubes. De Grêmio e Inter. De tática:

– A tática da moda é aquela do time que está vencendo. O Felipão jogava de um jeito, aí todo mundo passou a jogar do mesmo jeito. Agora está na moda jogar com três atacantes. O Corinthians joga com três atacantes.

– Mas não jogou com três atacantes na última partida contra o Santos – redarguiu o repórter.

– Porque era fora de casa. Em casa, joga. Aí, é claro, os atacantes têm que voltar. Na Europa eles voltam.

– O Ronaldo tem que voltar?

– O Ronaldo, não. Se tiver que mandar o Ronaldo marcar, então jogo com um volante.

Mano não se omitiu sobre nada, não tergiversou, não foi político nas respostas; foi sincero.

Confira a entrevista:

Zero Hora – Por que você decidiu ir para o Corinthians, que estava rebaixado e em crise?

Mano Menezes – O Felipão sempre diz que o melhor é pegar um time que não está bem. O Santos e o Cruzeiro tinham feito propostas, até almocei com o pessoal do Cruzeiro, mas foi por respeito. Na verdade, já tinha acertado com o Corinthians bem antes.

ZH – Quando?

Mano – Quarenta e cinco dias antes do fim do Brasileiro de 2007, quando decidi que ia sair do Grêmio, o Antônio Carlos fez um contato com o Sidnei Lobo (auxiliar de Mano). Não acertei na época porque iríamos pegar o Corinthians na última rodada, mas depois sim.

ZH – Por que você quis sair do Grêmio?

Mano – É difícil um técnico fazer bons resultados por quatro temporadas seguidas no mesmo clube.

ZH – O Corinthians sempre foi um clube conturbado. A torcida se intrometendo, cobrando dos profissionais. Não foi um risco?

Mano – Era conturbado na proporção dos resultados dos últimos anos. Se a direção não ocupa o espaço, a torcida vai lá e ocupa. Faz isso com boas intenções, na tentativa de ajudar, só que de forma errada. Com resultados a gente reconquista a confiança da torcida e ela aos poucos entende como as coisas têm de funcionar. No Corinthians, o departamento de futebol era muito aberto, todos iam lá dar palpite. Isso eu aprendi no Grêmio: o departamento de futebol tem que ser fechado. O dia a dia do futebol é muito duro, de repetição, de esforço, aí o elogio fácil e a crítica acirrada fazem o mesmo mal.

ZH – Na montagem do grupo do Corinthians você priorizou isso, o controle do grupo. Por isso buscou jogadores como o William, não?

Mano – Sim. O William ajuda muito. O Alessandro também.

ZH – Eles dão pareceres sobre o grupo?

Mano – Pareceres confiáveis sobre o grupo. Eles já me ajudavam desde o tempo do Grêmio. Além deles, contratamos também o Perdigão, que em um momento foi importante para o clima da equipe.

ZH – O que representa aquela campanha da Série B para você? Aquela final em Recife?

Mano – Fomos escolhidos para aquilo. Porque aquilo não existe, nunca existiu, nem jamais vai existir. É algo que não pode nem ser usado como referência no futebol, mas, de alguma forma, mostra que, quando fazemos as coisas do jeito correto, elas dão certo.

ZH – Um técnico hoje é mais um tático ou mais um gerenciador?

Mano – A parte tática é importante, mas o mais difícil é gerenciar os relacionamentos. Toda vez que você escala um jogador, você está valorizando os planos pessoais dele, mas está também alterando os planos de quem não foi escalado. E existe ainda a influência externa. Você, técnico, diz uma coisa, mas lá fora, a imprensa, o procurador, os familiares dele estão dizendo outra. Você sabe o que é você ser chamado de pereba no jornal? No dia seguinte ao jogo, o jogador abre o jornal e lê: “Não apoiou, nota 4”. Mas foi o técnico que pediu para ele não apoiar! Como fica o técnico? O pai do jogador vai dizer: “Esse cara está prejudicando você”. Isso é que é difícil.

ZH – O jogador tem que acreditar no técnico.

Mano – Isso é o mais importante. Mas ele não acredita no técnico de graça. Sem resultado, não tem jeito. No intervalo do jogo, o jogador está esperando para ouvir o técnico. Ele espera que o técnico diga como vai ganhar o jogo. Se você ganhar, tudo bem, ele acredita em você. Mas se você perde um jogo, perde outro, perde o terceiro, aí ele começa a desconfiar.

ZH – E aí não faz mais o que o técnico pede, é isso?

Mano – É. Ele precisa saber que, fazendo o que o técnico pede, o resultado virá. Numa equipe cada um tem o seu papel. Depois de um jogo, na segunda-feira, quem a imprensa destaca? Quem fez o gol. A estrela. A estrela ganha mais e recebe 90% do destaque na imprensa, mas há outros que correm pela estrela. Como gerenciar isso?

ZH – Não é o caso do Ronaldo agora? Ele não desperta ciúmes?

Mano – Aí é que está. O jogador não se importa que o outro ganhe mais e que tenha maior destaque, desde que o outro resolva. O Ronaldo resolve.

ZH – O Ronaldo tem ou pediu algum privilégio?

Mano – Nenhum. Nós concentramos em apartamento duplo. O Ronaldo fica em apartamento duplo também. Ele cumpre todos os horários. Não se atrasa para treino nem para a palestra. Ele treina mais do que os outros. Quando todo mundo já foi embora ele continua treinando. Depois do jogo contra o Santos, os titulares estavam liberados, e o Ronaldo veio falar comigo: “Estou bem, não quero ficar dando voltas no campo, quero treinar”. Essa é a diferença da Europa para cá. O Ronaldo tem essa cultura.

ZH – E como é o relacionamento dele com os outros jogadores?

Mano – Ele não se coloca acima de ninguém. Brinca com os jovens, como o Dentinho, o Lulinha. E, em campo, dá resultado. Todos estão esperando que ele resolva, ele vai lá e resolve.

ZH – É o melhor jogador com quem você já trabalhou?

Mano – E o segundo melhor, o terceiro melhor, o quarto melhor... Ele está muito acima dos outros. A capacidade que ele tem de tirar do goleiro é inacreditável. Quando o Ronaldo chegou, o primeiro treino dele era de finalizações. Ele começou a chutar e a fazer gol. Fazia de um jeito que pensei: “O goleiro está de sacanagem”. Pensei isso! Aí outro ia lá, fazia a maior força, e o goleiro defendia. Assim é no jogo. Ele bate na bola de uma forma que surpreende o goleiro, não faz força.

ZH – A forma como ele se coloca também é diferenciada, não?

Mano – Sim! Antes do jogo com o Santos, disseram que os zagueiros não estavam marcando o Ronaldo como deviam. Eu disse: “Pode chegar forte!” Ele foi lá e fez dois gols. A TV não mostra, mas o Ronaldo ilude os zagueiros antes de receber a bola. Ele corre para o lado que não vai e depois faz o que os jogadores chamam de balanço. Ele balança e recebe no lugar onde o zagueiro não está.

ZH – Agora você está convivendo com uma estrela como Ronaldo e num lugar em que a repercussão de tudo o que você faz é muito maior. Qual é a diferença dos ambientes?

Mano – A repercussão é maior. Mas, em Porto Alegre, o ambiente dividido do Gre-Nal é mais nocivo. Inclusive para a imprensa. Às vezes vocês não podem dizer algo que em outro lugar seria normal dizer.

ZH – Mas você, de alguma forma, mudou. Montou o seu site, por exemplo... O site foi ideia de algum assessor de São Paulo?

Mano – O site é feito por uma empresa de Santa Cruz e é coordenado pela minha filha Camila, que é jornalista. Mas algumas coisas não têm mais volta. Tempos atrás, por exemplo, surgiu a ideia de fazer um perfil no twitter. Em 10 dias, eu tinha 30 mil seguidores.

ZH – Essas novas atividades não podem desviar o profissional da essência do seu trabalho?

Mano – Tem que se ter cuidado com isso. Eu sou um técnico de futebol, essa é a minha atividade e não posso deixar de prestar atenção nisso. Já vi questionarem o Wanderley Luxemburgo a respeito dessa questão. Diziam que ele se preocupava demais com o marketing. E é assim. Porque, se o resultado não vier, nada mais tem importância. Construir é demorado, mas perder o que se construiu é rápido.

ZH – Você tem acompanhado a dupla Gre-Nal?

Mano – Tenho visto mais jogos do Grêmio. Do Inter só vi um, o pior de todos, contra o Rondonópolis.

ZH – O que você acha do time do Grêmio?

Mano – Não gostei muito do que vi. Quem é o jogador que pode dar o salto de qualidade? O Souza... O Tcheco não, o Tcheco é um jogador tático. Agora: sou vacinado para saber que tudo pode mudar. O Grêmio pode vencer um jogo importante, ganhar confiança e conquistar o título. Joga com três zagueiros, não? Não gosto muito disso.

ZH – Você não gosta de três zagueiros?

Mano – É que é diferente jogar com três zagueiros e com uma linha de três. Quem eram os três do Luiz Felipe na Copa? Lúcio, Edmilson e Roque Junior. Esses três me servem. Mas jogar com três zagueiros típicos não é o ideal.

ZH – E o Inter?

Mano – O Inter continua com Bolívar na lateral direita, Índio e Álvaro no meio e Kléber na lateral?

ZH – Continua.

Mano – E o meio-campo?

ZH – Sandro como volante, Magrão pela direita, Guiñazu pela esquerda e D’Alessandro armando. Na frente, Taison e Nilmar.

Mano – É um bom time... Um bom time...

ZERO HORA