Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Inter, Corinthians, Flamengo e Santos vencem! São Paulo e Palmeiras não saem do 0 X 0!

Nesta terceira rodada do Brasileirão, tivemos alguns resultados bastante previsíveis, como as vitórias do Corinthians, Santos, Inter e Flamengo.

O Corinthians, mesmo com um time misto, derrotou o Barueri, que sempre complica os jogos contra o Timão, embora acumule 3 empates e 3 derrotas para o Corinthians nos confrontos entre os dois clubes. Desta vez o Corinthians foi mais eficiente do que contra o Inter, e mesmo tendo ficado menos tempo com a bola no pé, fez 2 X 0 e somente tomou um gol faltando poucos segundos para o final do jogo, quando o time já estava com a vitória garantida.

Já o time misto do Inter derrotou um Goiás por 1 X 0, no Serra Dourada, que e´sério candidato ao rebaixamento, visto que tem uma das piores defesas do campeonato.

O Santos goleou, por 4 X 1, um limitado Fluminense, que acabara de ser eliminado da Copa do Brasil pelo Corinthians. Caso não consiga se reforçar, o Flu deverá, no máximo, brigar por uma vaga na Sul-Americana.

Palmeiras e São Paulo fizeram um jogo equilibrado, com boas chances de gol para ambas as equipes, mas que foram anuladas pelas ótimas atuações de ambos os goleiros, Marcos e Denis. Aliás, este mostrou que é muito melhor do que o Bosco e deverá se firmar no time titular do São Paulo. A nota negativa foi um pênalti não marcado a favor do Palmeiras, cometido por Miranda sobre Diego Souza no segundo tempo, e que ocorreu na frente do árbitro. Este, aliás, dedicou-se a conversar em excesso com os jogadores, prejudicando a sua autoridade dentro de campo. Árbitro não tem que conversar com ninguém. Ele tem que aplicar a regra e impor a sua autoridade dentro de campo.

O Flamengo derrotou o Santo André, no ABC paulista, e de forma merecida, pois criou muito mais chances de gol e dominou a partida. Josiel desencantou e marcou os 2 gols do time carioca.

Já o Cruzeiro derrotou o Vitória no Sábado, no Mineirão, com 2 gols de Kléber 'cotovelada', ex-Palmeiras, mostrando que é uma das forças do campeonato. Resta saber se o time mineiro terá uma defesa sólida e conseguirá obter bons resultados fora de casa, o que não aconteceu em 2008. Se corrigir tais problemas, é candidato ao título.

E o Atlético-MG derrotou um Sport que ainda deve estar abalado pela eliminação da Libertadores. Mas, se o Sport não acordar logo, pode se complicar no campeonato e lutar para não cair, tal como ocorreu com o Fluminense em 2008.

E o Náutico surpreendeu o Atlético-PR em Curitiba, vencendo por 3 X 2. Mas, resta saber se isso não é fogo de palha. O time pernambucano pode até não cair, mas não acredito que termine o campeonato entre os primeiros colocados.

Ainda é muito cedo para fazer qualquer prognóstico, pois temos 35 rodadas pela frente.

Um comentário:

  1. Marcos,

    Sobre o Náutico, trata-se da grande surpresa desse campeonato. No início do ano, a diretoria do time empreendeu uma série de contratações e as divisões de base da equipe, historicamente improdutivas, produziram um bom time para o nacional sub-20.

    Parecia que a equipe ia. Mas não foi. Atrasos na regularização de contratações, contusões e mal-entendidos deixaram como saldo a péssima campanha no primeiro turno no Campeonato Pernambucano. O treinador Roberto Ferndades, antes uma unanimidade, foi demitido. Em seu lugar, ficou o interino Sérgio China que conseguiu fazer a equipe jogar melhor, mas ainda longe para brigar por alguma coisa.

    Assumiu como técnico nas rodadas finais do estadual, Valdemar Lemos, irmão do nosso velho conhecido Oswaldo de Oliveira. A equipe ganhou um pouco mais de estabilidade, passou pelo Cricíuma na Copa do Brasil, mas foi incapaz de reverter o quadro no estadual, vendo seu rival, o Sport, levar o segundo turno e ser campeão invicto - em um empate por 0x0 nos Aflitos.

    Ressacado pela derrota no estadual, o time foi pegar logo o Inter na Copa do Brasil. Foi massacrado tanto no Recife (0x3) quanto em Porto Alegre (0x2). Ninguém acreditava no Náutico para o Brasileirão. Até mesmo eu que apostei no não rebaixamento da equipe nos últimos dois anos conseguia fazer o mesmo dessa vez.

    De repente, o time cismou em jogar tudo o que não jogou o ano inteiro nessas três primeiras rodadas de Brasileirão. A zaga, curiosamente, só não falhou mesmo no jogo mais difícil, contra o Cruzeiro, mas o ataque tem compensado.

    Gilmar que foi o único jogador do time a fazer algo ao longo dessa temporada se manteve jogando bem e Carlinhos Bala, contratado esse ano resolveu jogar bem. O jovem centro-avantte Anderson Lessa, revelado nas próprias divisões de base do timbu, mas já negociado com o Cruzeiro é outro destaque.

    Há também Dinda, meia-armador que também é prata da casa e Derley, volante que, se eu não me engano, pertence ao Inter. Acosta voltou e pode ser útil lá pelos lados dos Aflitos.

    A fragilidade mesmo fica por conta da defesa e, em especial, dos laterais. Falta gente pela direita - talvez Carlinhos seja o titular - e na esquerda, o jovem Badé, revelação da Chapecoense campeã catarinense talvez resolva o problema na esquerda.

    Enfim, futebol é futebol, mas se problemas administrativo$$ não atrapalharem a equipe, dá para brigar por uma vaguinha na Sul-americana sim.

    abraços.

    ResponderExcluir