Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Brasil derrota os EUA e é tricampeão da Copa das Confederações!


O Brasil mereceu ser campeão, sem dúvida alguma, e se posiciona desde já como o grande favorito para ganhar a Copa do Mundo de 2010. A Seleção Brasileira tem um estilo de jogar que é a cara do seu treinador, ou melhor, que joga exatamente como o próprio Dunga jogava. Este, privilegiava a vontade, a garra e a determinação sobre a técnica individual.

Embora o Brasil possua, sem dúvida alguma, jogadores de ótimo nível técnico (Kaká, Robinho, entre outros) o fato é que a Seleção de Dunga joga com uma vontade e uma garra inegáveis. Simplesmente não existe 'bola perdida' para os jogadores brasileiros. Eles acreditam em todas as jogadas, marcam muito, correm o tempo inteiro, enfim, 'dão o sangue' pelo time.

Aliado à toda essa vontade de jogar, o Brasil ainda tem o melhor goleiro do mundo, atualmente, e jogadores que podem decidir uma partida numa jogada individual, como são o caso de Kaká e de Robinho.

Quanto ao esquema tático, a Seleção Brasileira procura marcar forte e roubar a bola para sair em velocidade no contra-ataque e liquidar com o adversário. Tal sistema funcionou, perfeitamente, no primeiro tempo do jogo contra a Itália.

Porém, ontem, na partida contra o esforçado e bem arrumado taticamente time dos EUA, o Brasil, no entanto, se desequilibrou após levar o primeiro gol e partiu feito louco para o ataque, abrindo buracos imensos na defesa, o que foi aproveitado pelos EUA para marcar o segundo gol num rápido contra-ataque que pegou toda a brasileira desprotegida e desogarnizada.

Mas, no intervalo do jogo, Dunga corrigiu isso e o time voltou para o segundo tempo sufocando os EUA, mas sem se abrir totalmente na defesa, evitando os contra-ataques da seleção estadunidense.

Daí, o Brasil fez valer o seu melhor futebol, muito superior ao dos EUA, e marcou 4 gols em 45 minutos, embora o assistente tenha deixado de assinalar um deles, legítimo, marcado por Kaká. Assim, o Brasil venceu por 3 X 2 e conquistou o segundo título na Era Dunga como técnico da Seleção.

É inegável que a Seleção Brasileira mostrou um grande poder de reação, mesmo depois de estar perdendo por 2 X 0. Mas, é bom que Dunga oriente seus pupilos para que os mesmos evitem de cair no desespero quando o time sair perdendo. O Brasil tem futebol suficiente para reverter um placar desfavorável e não precisa abrir totalmente a defesa, partindo feito um bando de malucos para o ataque. Basta impor o seu jogo que o Brasil vencerá, praticamente, todos os seus jogos.

Já a Espanha parece que ainda não consegue deslanchar nos momentos decisivos, embora tenha vencido a Eurocopa jogando um futebol muito técnico e ofensivo. Mas, ainda a considero uma das grandes favoritas para vencer a próxima Copa. Porém, ela não é nenhum bicho-papão e mostrou que pode ser derrotada. Mas, é bom lembrar que Iniesta não jogou essa Copa das Confederações e ele é fundamental para a seleção espanhola, bem como para o Barcelona também.

Quanto às substituições de Dunga, ontem, Elano entrou bem no jogo, mas o Daniel Alves foi muito mal e ficou o tempo inteiro tentando acertar outro chute sensacional, como o do gol que ele marcou contra a África do Sul, e é claro que errou todos os chutes. Talvez ele pense, ingenuamente, que todas as suas finalizações serão tão boas quanto a do gol que marcou contra o sul-africano.

Porém, o principal desta Copa das Confederações é que o Brasil mostrou que tem um padrão de jogo definido, o time titular não deverá mudar em nada até 2010, que o time já está entrosado e que os jogadores já assimilaram o padrão tático e o estilo de jogar adotado por Dunga.

E esta seleção me parece possuir, pelo menos até o momento, um espírito bastante positivo, constituindo uma verdadeira 'Família Dunga'. Percebe-se que o elenco é unido e que os jogadores gostam de Dunga e o respeitam, procurando fazer tudo o que ele determina. E conseguir isso é meio caminho andado para ganhar uma Copa do Mundo.

Isso mostra que o Brasil é, sempre, favorito para ganhar a Copa, a não ser quando os jogadores caem na farra e ficam mais preocupados em participar de eventos publicitários do que em treinar e em se preparar para os jogos (que foi o que aconteceu em 1998 e em 2006, daí as nossas derrotas em ambas as Copas para a seleção francesa de Zidane).

Para mim, a próxima Copa do Mundo tem 3 claros favoritos: Brasil, Espanha e Holanda. Esta última jogou o futebol mais bonito da última Eurocopa e venceu facilmente todos os jogos das Eliminatórias para a Copa de 2010 até o momento e deverá ser uma das grandes forças do próximo Mundial.

A Argentina de Maradona está jogando muito mal, a Alemanha não me parece que terá força e talento suficiente para ser campeã, embora tenha muita tradição e quase sempre chega entre os primeiros colocados. A França e a Itália estão renovando as suas seleções, ou precisam renová-las e, principalmente no caso italiano, a nova geração ou não teve chance de mostrar a que veio, ou não é tão boa quanto a anterior, que ganhou a Copa de 2006.

A Seleção sul-africana mostrou que dificilmente será campeã mundial, mas que poderá dificultar muito as coisas para qualquer outra seleção na Copa, pois jogou muito bem contra 2 das 3 melhores seleções do Mundo, que são Brasil e Espanha. Dependendo do chaveamento da Copa, não duvido que os sul-africanos disputem, pelo menos, o 3o. lugar da competição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário