Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Corinthians empata e conquista o Tri-Campeonato da Copa do Brasil!


O Corinthians conquistou, ontem, o TriCampeonato da Copa do Brasil (após ter sido Campeão em 1995 e em 2002). O Timão poderia ter liquidado a fatura já em SP, quando o Inter ficou com 10 jogadores, depois que o Leandrão tentou matar 2 jogadores do Timão no segundo tempo da partida e acabou expulso,

Mas, mesmo depois que ficou com um jogador a mais em campo, o Timão se cuidou para não levar gol em casa. Aliás, o Corinthians não sofreu nenhum gol em casa nesta Copa do Brasil e este foi um dos fatores mais importantes na conquista da Copa do Brasil deste ano.

E alguns críticos estão dizendo que o Ronaldo não fez gol ontem. E daí? Ronaldo participou dos 2 lances de gol do Corinthians no jogo de ontem. Ronaldo percebeu que estava sendo bem marcado dentro da área do Inter e, daí, ele saiu da área em ambos os gols, puxou a marcação da defesa do Inter para fora da área e abriu espaço para o Jorge Henrique e o André Santos marcarem. Aliás, a assistência para o André foi feita pelo Ronaldo.

Portanto, mesmo sem fazer gols ontem, Ronaldo foi decisivo, sim, como já tinha acontecido em São Paulo, quando marcou o 2o. gol que ‘matou’ o Inter no Pacaembu e na disputa do título.

O fato é que o Corinthians jogou melhor do que o Inter nos 2 jogos da final. Ontem, no primeiro tempo, depois de uma pressão inicial do Inter, que durou uns 15 minutos, o Timão tomou conta do jogo, passou a tocar bem a bola, marcou 2 gols e dominou amplamente a partida, sem dar muitas chances para o Inter marcar. E quando isso aconteceu, Felipe apareceu para defender tudo, impedindo que Nilmar marcasse em 3 oportunidades. E nos 2 gols do Inter, Felipe não teve culpa alguma, sendo que ambos aconteceram em um momento de jogo que o Timão deu uma relaxada. Mas, depois de sofrer o empate, o Corinthians passou a controlar a partida novamente, e conquistou o título com total merecimento.

Aliás, este fato que acabou reconhecido pelo diretor do Inter, Fernando Carvalho, que afirmou que o Corinthians foi campeão de maneira justa e merecida. Aliás, tal diretor do Inter tentou criar uma situação embaraçosa para a arbitragem da partida, com aquele DVD ridículo criticando os árbitros que apitaram os jogos do Timão nesta Copa do Brasil. Isso fez com que o time e os torcedores do Inter tirassem do foco do jogo e ficassem muito mais preocupados com a arbitragem do que em pensar em uma maneira de derrotar o Corinthians. A superioridade do Corinthians neste final, nas 2 partidas, foi incontestável.

Aliás, o Inter está jogando muito mal atualmente, tanto que dos últimos 8 jogos venceu apenas 1 (foram 5 derrotas, 2 empates e apenas 1 vitória).

Enquanto isso, o time titular do Corinthians perdeu apenas 1 jogo em 2009, para o Atlético-PR, quando o Timão estava disputando a final do Paulistão contra o Santos, e mesmo assim somente não empatou o jogo porque o Chicão desperdiçou um pênalti e Morais perdeu um gol cara a cara com o goleiro no primeiro tempo.

O Corinthians é, hoje, o melhor time do Brasil! Disparado!

A defesa do Timão é muito sólida, o meio-de-campo marca muito bem e sabe sair jogando. E o ataque sempre decide quando precisa, principalmente Ronaldo, que mesmo quando não marca um gol, acaba criando situações favoráveis para que os mesmos sejam convertidos.

Assim, o Corinthians é um time muito forte e equilibrado, em todos os setores, e mantém os nervos sob controle mesmo quando é pressionado e passa por situações complicadas durante as partidas.

Tal fato deve-se ao trabalho sério e competente daquele que é, hoje, sem dúvida alguma, o melhor técnico do Brasil, que é o Mano Menezes.

3 comentários:

  1. Marcos,

    Individualmente, não vejo o Corinthians como a melhor do equipe país, mas ele tem Ronaldo, a Fiel e, especialmente, Mano Menezes que é o melhor técnico do país na atual temporada e montou o melhor time, coletivamente falando, do ano.

    Até agora, o time se mostrou muito firme nos clássicos e nos jogos mata-mata, apesar de no somatório de pontos não ser toda essa virtuose - tendo ficado em terceiro lugar na Primeira Fase do Paulista, por exemplo.

    O Inter teve um início de temporada avassalador, conta com o melhor elenco individualmente falando, mas caiu de produção e se verá às voltas com um provável desmanche - perder num mata-mata é normal, mas creio que o time tenha boas chances de vencer o Brasileiro caso mantenha essa base, duro vai ser manter ela.

    abraços

    ResponderExcluir
  2. Valeu pelo comentário, Hugo.

    Mas, apesar de ter ficado em 3o. lugar na primeira fase do Paulistão, o fato é que o Corinthians deslanchou na hora certa, na fase final do Paulistão, enquanto que o Palmeiras, que começou avassalador no mesmo campeonato, jogou mal e foi eliminado pelo Santos na fase decisiva.

    Mano jogou com o regulamento 'embaixo do braço', tal como fez na Copa do Brasil, também. Nesta, o Timão não sofreu um único gol jogando dentro de casa (2 X 0 contra o Atlético-PR; 1 X o contra o Flu; 0 X 0 contra o Vasco e 2 X 0 contra o Inter) e foi justamente este o fator decisivo para que o Corinthians conquistasse o Tri-Campeonato da Copa do Brasil.

    Mano montou um time muito equilibrado, com uma defesa sólida (e o Felipe ajuda muito, pois está pegando TUDO em 2009), um meio-de-campo que é marcador e técnico ao mesmo tempo e o com um ataque bastante eficiente.

    Aliás, para mim, o Cristian e o Elias são o Xavi e o Iniesta do Timão. Explicando melhor:

    Xavi/Iniesta, Cristian/Elias são, na verdade, 'volantes-meias' ou 'meias-volantes', ou seja, quando o time é atacado eles são ótimos volantes de marcação (além disso, eles correm o tempo inteiro... são incansáveis) e quando o time ataca eles atuam como meias, passando bem a bola, finalizando e até marcando gols (exemplos: gol do Elias e do Cristian contra o São Paulo na primeira partida da semifinal do Paulistão. novamente gol do Cristian contra o Atlético-PR, pela Copa do Brasil).

    Se o Corinthians perder Cristian e Elias o time cairá muito de rendimento. Eles são fundamentais no esquema tático do Mano e para o rendimento de todo o time. Sem eles, a superioridade do Corinthians sobre São Paulo, Inter, Santos, etc, desapareceria. E me parece que nenhum outro time brasileiro tem, hoje, uma dupla de 'meias-volantes' como Cristian e Elias.

    Todos, inclusive você, no Brasil, diziam que o Inter era o melhor time do Brasil. Mas, se o Corinthians jogou melhor do que o Inter nas 2 partidas e foi o Campeão da Copa do Brasil, então creio que é perfeitamente justo e correto dizer, agora, que o Corinthians é o melhor time do Brasil, sim.

    Afinal, não é qualquer time que ganha, no mesmo ano, um Paulistão invicto (e este é o campeonato mais equilibrado e difícil do país, pois tem 4 grandes times que o disputam, algo que não acontece no RS ou em MG, por exemplo, e o futebol do RJ está em péssima fase) e uma Copa do Brasil 'quase invicto' (perdeu apenas o jogo contra o Atlético-PR na Arena da Baixada).

    Não sei o que mais o Corinthians precisa fazer para ser considerado o melhor time do país, realmente.

    ResponderExcluir
  3. Hugo, também não vejo o Inter como possuindo o melhor elenco individualmente, não.

    A zaga do Inter não é lá essas coisas, não, tecnicamente falando e o Bolívar, para mim, não é jogador, mas um assassino em potencial.

    Os laterais do Inter também são limitados. O Kleber não joga nada há MUITO tempo e sua presença na Seleção Brasileira se dá por razões místicas e esotéricas, para dizer o mínimo.

    Magrão, me parece, já jogou muito melhor (no Palmeiras e até no Corinthians) do que atualmente.

    Guinazu sumiu contra o Timão, sendo anulado pela mais do que eficiente marcação corintiana, principalmente de Elias.

    Nilmar teve 3 chances claras no primeiro tempo do segundo jogo e o Felipe defendeu ou espalmou as 3. Para um atacante tão badalado, da Seleção Brasileira, isso foi péssimo, tanto que o Nilmar sumiu no segundo tempo da partida.

    Taison perdeu um gol cara a cara na primeira partida da final, que Felipe novamente defendeu, e depois daquilo ele não fez mais nada, fato este que se repetiu no segundo jogo.

    Difícil encontrar algum jogador do Inter que se destacou nestes 2 jogos finais da Copa do Brasil. Aliás, se teve algum destaque, este foi o goleiro Lauro, que fez boas defesas nos 2 jogos e impediu que o Corinthians vencesse as 2 partidas e com um placar mais dilatado, ainda.

    Outro destaque foi o Alecsandro, que é reserva, e que jogou muito mais do que o Taison e do que o Nilmar (este disputou o segundo tempo do jogo em Porto Alegre? confesso que não percebi a sua presença em campo, não) e marcou 2 gols na segunda partida.

    E o D'Alessandro estava mais preocupado em chamar o William para brigar do que em jogar futebol e fez isso no pior momento possível, logo após o Inter marcar o gol de empate.

    Enfim, para mim, o Inter foi uma grande decepção (e isso confirmou o que eu dizia, ou seja, de que o Inter não era nenhum bicho-papão e que podia ser derrotado, sim).

    Ninguém mandou o Inter se preocupar mais em fazer DVD do Corinthians do que em jogar futebol.

    Deu no que deu...

    ResponderExcluir