Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 26 de julho de 2009

Leonardo Gaciba prejudica o Corinthians na cara-dura e define o resultado do clássico em Presidente Prudente!!


A péssima arbitragem de Leonardo Gaciba, no jogo entre Corinthians X Palmeiras, pela 14ª. Rodada do Brasileirão 2009, acabou sendo decisiva para o resultado final do jogo e por vários motivos:


1) No lance do primeiro gol do Palmeiras, a bola foi cruzada para a área e Cleiton Xavier empurrou o zagueiro corintiano William, impedindo que este cabeceasse a bola;

2) Além disso, e no mesmo lance, o atacante palmeirense Obina puxou a manga da camisa de Chicão, zagueiro corintiano, impedindo que este subisse para cabecear a bola. Foi por isso, inclusive, que Chicão saiu correndo em direção ao árbitro para reclamar do mesmo mas quando viu que o Gaciba validou o gol ele desistiu de reclamar para não levar cartão.

3) No terceiro gol do Palmeiras, Obina subiu e empurrou, de maneira escandalosa, o jogador Moradei, do Corinthians, mas o árbitro, de maneira inexplicável, deixou a jogada prosseguir e isso resultou no terceiro gol palmeirense.

Assim, dos 3 gols marcados pelo Palmeiras, 2 foram totalmente irregulares.

4) Além disso, em vários lances da partida tivemos faltas duras cometidas pelos jogadores do Palmeiras.

Exemplos:

A) Ronaldo quebrou a mão depois de uma falta cavalar do jogador Souza, do Palmeiras;
B) Estouraram a cabeça do Diego;
C) O Palmeiras cometeu inúmeras faltas para matar o jogo e elas ficavam sem que o cartão amarelo fosse mostrado para os jogadores palmeirenses.
D) Várias faltas, a favor do Corinthians, foram marcadas em benefício do Palmeiras.


Desta maneira, infelizmente, o árbitro acabou sendo decisivo para o resultado final da partida, definindo o vencedor da mesma.

É bom que se diga que o árbitro gaúcho Leonardo Gaciba parece ter uma preferência em prejudicar o Corinthians e sempre em partidas importantes de campeonatos nacionais.

No jogo contra o Botafogo, pela semifinal da Copa do Brasil, no Maracanã, em 2008, ele deu um pênalti inexistente para o Botafogo, deu 4 cartões amarelos para jogadores do Timão que estavam pendurados e anulou 2 gols legítimos do Corinthians.

Assim, a diretoria do Corinthians deveria protestar formalmente na CBF, exigindo que tal árbitro não apite mais jogos do time, pois ele sempre prejudica o Corinthians e de maneira escandalosa.

Já vimos que, na rodada passada, os árbitros cometeram inúmeros e graves erros durante os jogos.

Agora, isso voltou a acontecer naquele é que considerado como o mais tradicional clássico do futebol paulista e um dos mais importantes do futebol brasileiro e mundial.

Aliás, é bom chamar a atenção para o fato de que este foi o terceiro jogo importante do Brasileirão em que o Palmeiras foi escandalosamente beneficiado pela arbitragem.

Em 2 partidas disputadas no Parque Antarctica, contra Vitória e Cruzeiro (2 das principais equipes do campeonato e que disputarão, no mínimo, vagas na Libertadores de 2010) o Palmeiras foi bastante beneficiado por erros de arbitragem.

Contra o Vitória, tivemos um gol legítimo a favor do time baiano que o árbitro não assinalou. E contra o Cruzeiro, tivemos um pênalti escandaloso a favor do time mineiro que o árbitro não marcou e um gol irregular (a bola sequer chegou a entrar no gol) a favor do Palmeiras que o árbitro validou.

Frente a tantos e graves erros de arbitragem, em benefício do Palmeiras, parece que neste campeonato, o time alviverde terá grandes chances de ser campeão.

Porém, é bom alertar, e desde já, para tais erros, antes que a credibilidade do campeonato fique irremediavelmente comprometida.

Cabe à CBF tomar as providências necessárias (ex: punindo os árbitros que, como Gaciba, cometem erros graves e que acabam sendo decisivos no resultado final das partidas) para acabar com estes erros de tal gravidade.

Errar é humano, mas alguns erros são tão escandalosos, como os que comentei aqui, que daí já não se pode deixar de agir no sentido de coibí-los.

E é isto que a CBF tem que fazer e desde já!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário