Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Corinthians goleia, dá Olé no Santos, ganha de 4 X 2 e confirma a liderança do Brasileirão!


Na 5a. rodada do Brasileirão 2010, tivemos a confirmação da liderança do Corinthians, que começou muito bem o campeonato, acumulando 4 vitórias e 1 empate nestas 5 primeiras rodadas.

O Timão não perdoou os jovens dançarinos dos 'Meninos da Vila' e aplicou um sonoro 4 X 2, que poderia ter sido ainda mais dilatado se tivesse aproveitado melhor outras oportunidades, como a que o volante Paulinho perdeu, na cara do gol, no último lance da partida.

A vitória do Timão foi incontestável, pois jogou com muito mais vontade, organização e aplicação tática. A sonora goleada ainda teve direito a 'pescaria', Olé, bolas por baixo das pernas e, dizem, até embaixadinhas por parte dos jogadores corintianos, que estavam com o Santos entalado na garganta, devido às provocações desnecessárias dos jogadores santistas, principalmente de Neymar, que é um ótimo jogador, mas que precisa aprender a falar menos e a jogar mais.

Além disso, todo os jogadores do Corinthians jogaram bem ontem, com destaque para a excelente atuação de Bruno César (um meia-armador rápido, habilidoso, inteligente, que finaliza e passa muito bem), Felipe (fez várias defesas importantes e não teve nenhum culpa nos gols santistas), o sempre impecável e irrepreensível Roberto Carlos (sua não convocação por Dunga para a Copa do Mundo foi um crime contra o futebol brasileiro e mundial. Mas, como Dunga levou apenas os 'amiguinhos' dele, está explicado...) que marcou muito bem, puxou ótimos contra-ataques, fez lançamentos e cruzamentos precisos, além de fazer a cobertura dos zagueiros.

Roberto Carlos cumpre todas as funções de um ala e de um lateral, ao mesmo tempo, e com extrema eficiência. É o jogador mais completo do futebol mundial nesta posição. Ver Roberto Carlos jogar é assistir a uma verdadeira aula de como atua um ala e um lateral modernos. O volante Ralf fez outra ótima partida (mostrando porque se tornou titular absoluto da posição), marcando e anulando o ótimo Paulo Henrique Ganso, e ainda fez um golaço num lance de inteligência e categoria, algo que não é muito do seu feitio.

Aliás, devido à eficiente marcação de Ralf, Ganso quase não apareceu no jogo, a não ser em um lançamento para Neymar (no 1o. tempo) e na cobrança de falta que gerou o segundo gol santista.

O Corinthians mostrou que o ambiente conturbado das primeiras rodadas após a eliminação da Libertadores já é coisa do passado. As críticas ao técnico Mano Menezes, por parte de uma pequena parcela da torcida, desapareceram e o elenco parece que está, agora, tranquilo e focado em, pelo menos, conquistar uma vaga para a Libertadores de 2011.

E se o Corinthians jogar, sempre, do mesmo jeito que jogou ontem contra o Santos (numa combinção de aplicação tática, determinação, eficiência e talento) o Timão torna-se o maior favorito para a conquista do Campeonato Brasileiro deste ano, sem dúvida alguma.

O Santos reclamou da arbitragem, no lance do gol anulado de Marquinhos (lance difícil para o árbitro, mas tive a impressão de que o jogador santista estava um pouco à frente do último jogador do Timão; mas, repito, é um lance difícil para o árbitro) mas um time que foi campeão paulista graças a um gol legítimo do Santo André que a assistente anulou na segunda partida decisiva do Paulistão, não tem moral para falar coisa alguma sobre isso, não é mesmo?

Além disso, vi o jogo, é claro, e notei que o árbitro Sálvio Spínola (fraco e sem critérios, como sempre) marcava faltas todas as vezes em que os jogadores do Santos se atiravam ou faziam corpo-mole nas jogadas, mas disso os jogadores do Peixe não reclamaram. Por que será, hein?

Na verdade, o time do Santos mostrou, claramente, ontem, qual é a sua principal fragilidade, que é o sistema defensivo. A defesa do Santos é uma verdadeira piada, de tão fráca que é. Se bem que a culpa, a meu ver, não é dos zagueiros. Edu Dracena me parece ser um bom zagueiro. Dutra não está no mesmo nível, mas dá conta do recado, dentro das suas limitações, que são muitas. Mas, culpar apenas a dupla de zaga pelos tantos gols que o Peixe sofre é, ao mesmo tempo, errado e injusto.

O grande problema é que o esquema tático de Dorival Jr. é extremamente ofensivo e deixa a defesa totalmente exposta e desguarnecida, principalmente nos contra-ataques. O que tem salvado o Santos, no entanto, é o fato de possuir um meio-campo e um ataque de excelente qualidade, com jogadores jovens, rápidos, habilidosos, inteligentes, dribladores, que passam e tocam muito bem a bola e que tem um ótimo entrosamento. Daí, como o time quase sempre toma 2 ou 3 gols, mas faz 5, 6 ou até mais, ninguém reclamava.

Mas, se o que aconteceu contra o Corinthians, ontem, se tornar frequente, Dorival Jr. terá que, sem dúvida alguma, mudar o esquema tático do time, a fim de reforçar a defesa e a marcação no meio-de-campo e se expor menos aos contra-ataques adversários.

Caso os adversários do Santos comecem a jogar da mesma maneira que o Corinthians jogou ontem (marcando forte o tempo inteiro, com muita determinação e puxando contra-ataques em velocidade, aproveitando-se dos imensos espaços cedidos pelo Peixe) o Santos pode esperar que irá sofrer muito mais gols e as derrotas se tornarão muito mais frequentes do que tem sido até este momento.



Link:

Resultados da 5a. rodada e classificação do campeonato:

http://esportes.terra.com.br/futebol/brasileiro/2010/noticias/0,,OI4339585-EI15413,00-Classificacao+e+Jogos+Serie+A.html

Vídeo com lances do jogo Corinthians 4 X 2 Santos:

http://www.youtube.com/watch?v=Ynf-kMHX7L4&feature=player_embedded

Nenhum comentário:

Postar um comentário