Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 27 de junho de 2010

Alemanha, melhor seleção da Copa, massacra a Inglaterra e agora enfrenta a Argentina!


Desde o primeiro jogo que a Alemanha está mostrando um futebol bonito e envolvente, com jogadores jovens, rápidos, criativos e talentosos, como Oezil, Podolski, Mueller e Schweinsteiger (eta volante bom… marca bem, dribla, não erra passe, toca bem a bola e finaliza… é assim que se joga, viu, Felipe Melo???).

Ninguém jogou mais bola do que a Alemanha nesta Copa do Mundo, até o momento.

E se continuar jogando deste jeito até a Final, será a Campeã Mundial, sem dúvida alguma.

O Brasil poderia lutar de igual para igual com os alemães se Dunga tivesse convocado Neymar (no lugar de Grafite), Ganso (no lugar de Kleberson), Diego (no lugar de Josué), R.Gaúcho (no lugar de F.Melo) e R.Carlos (no lugar de Michel Bastos… este é o fim da picada, né? não joga 10% do que o R.Carlos joga).

Não levou nenhum deles e agora vamos ter que ‘rebolar’ para ganhar essa Copa. E olhe lá, hein, se não formos eliminados antes pela forte seleção da Holanda.

Quanto à Argentina, tem um meio-de-campo e um ataque excelentes, mas a defesa é uma piada. Se apertar, a defesa argentina entrega o ouro para o adversário. Aquele Jonás Gutierrez não é jogador de futebol coisa nenhuma. Até eu jogo melhor do que ele.

Alemanha, Brasil, Argentina e Holanda são as mais fortes candidatas ao título, nesta ordem.

domingo, 20 de junho de 2010

Brasil derrota Costa do Marfim, dá olé e está classificado para as 8as. de Final da Copa!


Depois de um jogo difícil na estréia, devido à fortíssima retranca da Coréia do Norte, o Brasil obteve uma vitória mais do que convincente sobre a Costa do Marfim, a mais forte seleção africana desta Copa do Mundo, ganhando por 3 X 1, com 2 gols de Luís Fabiano e 1 de Elano.

O principal destaque negativo da partida foi a péssima arbitragem do juiz francês, que deixou de expulsar dois jogadores da seleção africana que cometeram entradas criminosas contra Elano e Michel Bastos. O primeiro, inclusive, teve que ser substituído, tal a violência da falta cometida pelo jogador marfinense. Esta foi, disparada, a pior arbitragem desta Copa do Mundo e o árbitro francês deverá retornar rapidamente ao seu país de origem. Aliás, ele deveria aproveitar o embalo e pegar carona com a seleção francesa, que deverá ser eliminada ainda na 1a. fase da Copa.

A França somente deu vexame nesta Copa, seja com a sua péssima seleção, que não jogou nada nas duas primeiras partidas, seja com o árbitro que apitou este segundo jogo do Brasil.

Quanto ao jogo, o Brasil mostrou porque é uma das duas grandes favoritas à conquista da Copa, ao lado da Argentina, e derrotou a seleção africana graças ao talento individual inegavelmente superior de seus principais jogadores, principalmente de Luis Fabiano, Kaká e Robinho, além de ter um excelente goleiro e uma sólida defesa.

Felipe Melo é de um contraste absurdo: ele é muito bom para marcar e desarmar o adversário, mas tem uma saída de bola muito ruim e erra muitos passes. Gilberto Silva é o contrário, pois não marca tão forte, mas sai jogando melhor.

Michel Bastos foi péssimo no 1o. tempo, mas melhorou no segundo período. Maicon também foi irregular, alternando erros no ataque com força defensiva.

Kaká começou mal, perdendo várias bolas no início do jogo, mas foi subindo de produção e fez um ótimo segundo tempo, tendo dado as assistências para o primeiro e para o terceiro gol brasileiros. Sua expulsão foi injusta, sendo mais um dos inúmeros erros cometidos pelo péssimo árbitro francês.

E Luís Fabiano foi o grande destaque da partida, marcando 2 golaços, embora o seu segundo gol tenha sido marcado com a ajuda do braço.

Mas, se Maradona pôde fazer gol de mão em Copa do Mundo, porque Luís Fabiano também não pode dar uma de malandro e usar o braço, não é mesmo?

Independente disso, o Brasil foi muito superior à Costa do Marfim, e a vitória foi mais do que justa, com o time de Dunga chegando a dar olé na seleção africana, que perdeu o controle dos nervos e passou a cometer faltas violentíssimas na partida, que não foram devidamente punidas pelo horroroso árbitro Stephane Lannoy.

Esta segunda partida mostrou uma boa evolução da seleção brasileira em relação ao jogo com a Coréia do Norte. Mas, se faz necessário, no entanto, corrigir algumas falhas, como melhorar a saída de bola pelo meio (principalmente Felipe Melo, que erra demais neste quesito), acertar mais passes e explorar melhor as tabelas com passes curtos envolvendo os jogadores do meio-de-campo e do ataque (Robinho, Elano, Luís Fabiano e Kaká). Foi numa destas trocas de bola com passes curtos e precisos que surgiu o primeiro e belo gol brasileiro contra a Costa do Marfim, marcado por Luís Fabiano.

Esta segunda partida deixou claro que, mesmo com as falhas citadas, o Brasil é, ao um forte candidato ao título da Copa.

Pelo que vimos até o momento, Brasil e Argentina são os grandes favoritos. Enquanto isso, as principais e mais tradicionais seleções européias são uma grande decepção.

A Inglaterra tem os seus principais jogadores (Rooney, Lampard e Gerrard) arrebentados fisicamente.

A França está envolvida em sérios conflitos internos e não jogou nada nas duas primeiras partidas. Parece que todos na seleção francesa torcem para voltar para casa o quanto antes, pois não aguentam mais olhar um para a cara do outro.

A Itália também decepcionou, conseguindo empatar com um dos piores times da competição, que é a Nova Zelândia e não conquistou nenhuma vitória até o momento.

A Alemanha foi bem no 1o. jogo, goleando a limitada Austrália, mas perdeu a segunda partida para a Sérvia, graças aos erros bobos cometidos por Klose, expulso ainda no 1o. tempo, e Podolski, que desperdiçou um pênalti e várias boas chances de marcar.

A Espanha perdeu da fraca, limitada e retranqueira Suiça em sua primeira partida e joga pressionada contra Honduras. E o Chile, que vem embalado pela vitória em sua primeira partida, contra, jogará contra os surpreendentes suiços.

As seleções africanas também são outra decepção nesta Copa. Há uns 20 anos, seleções como Camarões e Nigéria, encantavam o mundo com um futebol, vistoso, de muitos dribleas, mas irresponsável taticamente. Daí, importaram técnicos da Alemanha, França, Suécia, etc, e passaram a jogar roboticamente, com muita displina tática e força física, mas sem nenhuma técnica ou criativida. O resultado disso é que todas as seleções africanas deverão ser eliminadas ainda na 1a. fase desta Copa.

Portanto, a Seleção Brasileira escolhida por Dunga e que foi muito contestada pela ausência de Gando, Neymar e R.Gaúcho, deu mostras de que está, sim, na briga pela conquista do Hexacampeonato mundial de futebol.

Como o disse o técnico sueco Sven-Goran Eriksson, da Costa do Marfim, não será fácil derrotar os brasileiros.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Copa do Mundo 2010 começa com baixo nível técnico e jogos feios! Mas, o futebol deverá melhorar a partir da segunda fase!


A primeira rodada da Copa do Mundo de 2010 começou com jogos de baixo nível técnico, com quase todas as seleções privilegiando o sistema defensivo e a marcação forte.

Com isso, vimos muitos jogos feios, ruins mesmo, tecnicamente falando. Várias das seleções que participam da Copa não teriam sequer condições de disputar a Série B do Brasileirão. Se o fizessem, cairiam para a Série C...

É verdade que os jogadores acabaram de disputar torneios e temporadas desgastantes, até porque a grande maioria joga na Europa, cuja temporada terminou em Maio. E é claro, portanto, que os jogadores estão muito desgastados fisicamente e muitos outros estão contundidos ou com pequenas lesões. Alguns, como Drogba, tiveram que fazer cirurgia para disputar a Copa e, mesmo assim, em condições precárias. O jogador Kaká volta de um longo problema de contusão e fala-se que somente não fez uma cirurgia para não ficar fora da Copa do Mundo.

Junto com isso, os técnicos optaram por colocar suas Seleções jogando de uma forma fortemente defensiva. Algumas, como a Coréia do Norte e a Suiça, jogaram numa retranca descarada, mesmo.

Muitas seleções, também, não estão entrosadas e deverão subir de produção à medida que disputem as partidas, desde que consigam passar para as fases seguintes. Este deverá ser o caso de Brasil e Itália, por exemplo.

Assim, é muito provável que o nível técnico da Copa vá melhorando à medida que as seleções mais fracas e retranqueiras sejam eliminadas e sobrevivam apenas as seleções de melhor qualidade técnica.

Com isso, o nível dos jogos deverá melhorar bastante a partir da segunda fase, principalmente.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Corinthians derrota Internacional de forma convincente e reafirma liderança e invencibilidade no Brasileirão 2010!


De forma categórica e convincente, o Timão derrotou o Internacional, no Pacaembu, por 2 X 0, praticando um excelente futebol e que ainda pode vir a melhorar. Marcação forte, toque de bola rápido preciso, contra-ataques em velocidade, jogadas individuais de qualidade caracterizam esse Corinthians arrasador no início deste Brasileirão.

Depois de viver um momento de instabilidade logo após a injusta eliminação da Libertadores, o Corinthians manteve a sua regularidade, continuou obtendo bons resultados e, agora, os mesmos fizeram com a que a qualidade do futebol do time do Parque São Jorge melhorasse bastante, principalmente nos dois últimos jogos, contra Santos e Inter, que são duas das mais fortes equipes do futebol brasileiro na atualidade.

Com um gol de pênalti (legítimo... Danilo foi empurrado por Sorondo dentro da área do Inter) marcado por Roberto Carlos, que fez outra excelente partida pelo Coringão, e outro feito por Iarley, que fez a sua melhor partida pelo Corinthians, o Corinthians derrotou o Inter e deixou a sua torcida eufórica, pois mostrou que o futebol do time evolui e melhora a cada jogo.

Os reforços vindos do Santo André (Bruno César) e do Bragantino (Paulinho) se encaixaram muito bem no time corintiano, pois são jogadores de boa qualidade e que podem melhorar muito, ainda, à medida que ambos se entrosarem com o elenco do Timão.

Felipe pegou simplesmente tudo no jogo e mostrou que já recuperou a grande forma que mostrou, principalmente, no primeiro semestre do ano passado, voltando a fazer defesas dificílimas no gol corintiano.

Caso continue praticando esse futebol de alto nível, será muito difícil algum outro time conseguir parar o Corinthians. Embora se fale que alguns jogadores deverão ser negociados na chamada 'janela européia' (principalmente, Elias e Dentinho) o Corinthians já se preveniu contra essa possibilidade, contratando Bruno César e Paulinho, e segurando Defederico em seu elenco.

Assim, mesmo que Elias e Dentinho sejam negociados, o Corinthians continuará com um time forte e competitivo, com totais condições de conquistar o título do Brasileirão, ainda mais que o time está sabendo se aproveitar do fato de que outros de seus mais fortes concorrentes, como o São Paulo, o Santos e o Inter, estão envolvidos em outras competições (Libertadores e Copa do Brasil) e está sabendo abrir vários pontos de vantagem sobre os mesmos, o que poderá fazer a diferença em favor do Coringão mais adiante.

Os ótimos resultados obtidos pelo Corinthians neste começo de Brasileirão , somando 16 pontos (5 vitórias e 1 empate) também mostram que o presidente do clube, Andrés Sanchez, agiu corretamente ao manter Mano Menezes como o técnico do time e em renovar o seu contrato até o final de 2011.

É esse tipo de trabalho, sério, profissional e competente, que faz com que um time conquiste muitos títulos.

Corinthians tem mais torcedores que Flamengo entre os mais ricos!


Corinthians tem mais torcedores que Flamengo entre os mais ricos

O Flamengo continua com a maior torcida do País (com 17,2% da preferência nacional), à frente de Corinthians (13,4%) e São Paulo (8,7%). No entanto, entre os mais ricos (mais de cinco salários mínimos), o alvinegro desbanca o rubro-negro e assume a liderança (15,6% contra 14,1%).

Em terceiro aparece o São Paulo (10,8%). Já entre os mais pobres, o time do Rio de Janeiro recupera a liderança com 22%, seguido por Corinthians (10,6%) e São Paulo (6,8%) - veja os números nas imagens ao lado.

Os dados são da Pesquisa Lance!-Ibope 2010, apresentada na terça-feira (1º), no estudo Lance Imperdível - Um Retrato do Esporte no Brasil, feito pelo sociólogo Alberto Carlos Almeida, pelo antropólogo Roberto DaMatta e pelo economista Pierre François Cohen a pedido do Lance. O levantamento utilizou a plataforma mensal do estudo qualitativo contínuo do Instituto Análise. Foram realizadas três mil entrevistas face a face.

"Com o raciocínio de dar um salto e orientar o país para a realização da Copa do Mundo e da Olimpíada no Brasil, eventos que não são apenas do governo e das confederações, procuramos fazer uma radiografia mais profunda, o que representa a melhor contribuição do grupo para o desporto nacional", diz Walter de Mattos Junior, presidente e editor do diário.

O estudo apresenta uma visão sócio-antropológica do esporte no Brasil. Dentre os temas levantados estão o significado do esporte e o envolvimento do brasileiro com o esporte, a relação da população com o futebol em diferentes níveis, a relação entre times e torcidas, a pesquisa das maiores torcidas, o futebol como negócio e a percepção dos brasileiros sobre a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

Fonte: m&m online

Link:

http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_secao=10&id_noticia=130753