Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 24 de julho de 2011

Jornalista desinformado da 'Folha' escreve asneiras monumentais sobre o estádio do Corinthians!

Jornalista desinformado da 'Folha' escreve asneiras monumentais sobre o estádio do Corinthians!

FERNANDO DE BARROS E SILVA -- 'A farra do Itaquerão'

da Folha de S.Paulo

1) SÃO PAULO - Dos cofres do Estado não sairá nenhum centavo para construir um estádio particular. Geraldo Alckmin insistiu durante meses nessa tecla. Ele gosta de cultivar a imagem do gestor franciscano.

R - Ninguém mandou você acreditar em político, cara-pálida!! Foi enganado? Problema seu, zé mané!!

2) Afinal, diante de tantas prioridades, seria imoral enterrar dinheiro público no Itaquerão. O frade tucano de Pindamonhangaba precisa agora mastigar seu discurso.

R - Quais prioridades? Construir pontes, túneis, avenidas e viadutos, como os governos tucanos de SP adoram fazer? Brincou, né?

Além disso, os R$ 70 milhões que o governo de SP irá investir são apenas 0,05% do valor do orçamento total do governo de SP para 2011, que chega a R$ 140,7 bilhões.

3) Quem nos comunicou que o governo vai entrar com R$ 70 milhões para viabilizar a abertura da Copa no futuro estádio do Corinthians foi um diretor da Odebrecht. Onde fomos parar: o empreiteiro anuncia à população que a obra privada terá mais dinheiro público, justamente daquele que havia prometido não gastá-lo. Só faltou dizer que a fiscalização ficará a cargo do Dnit.

R - Reclame com o governador do estado, o tucano Geraldo Alckmin, oras! E o que o Dnit tem a ver com essa história? Nada, é claro.

4) Tudo isso se deu dias atrás, durante a cerimônia em que o prefeito Kassab oficializou a destinação de R$ 420 milhões para a arena.

R - ERRADO!

Todos os investimentos feitos na Zona Leste de SP tem direito à redução de impostos (IPTU, ISS, ITBI) e não apenas o novo estádio do Corinthians. Esta lei municipal existe desde Julho de 2004 e foi aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pela então prefeita Marta Suplicy.

Somente você que não sabe disso, desinformado!

5) Convocado a explicar a reviravolta do governo, o secretário Emanuel Fernandes disse que o dinheiro é só um "apoio logístico" para montar a estrutura provisória com 20 mil assentos. A verba, ele disse, não seria para o Corinthians, mas para a Copa... E daí? Não é dinheiro público?

R - É dinheiro público, sim, cara-pálida, mas você 'esqueceu' que a realização de um jogo de abertura de Copa do Mundo movimenta toda a economia da cidade, gerando muito mais dinheiro do que aquele que foi investido na realização do evento, gerando milhares de empregos, aumentando a arrecadação de impostos, divulgando a cidade para o mundo inteiro.

Além disso, a construção do dinossaúrico Morumbi também foi bancado, em grande parte, com dinheiro público, tanto da prefeitura como do governo do estado de SP! Já publiquei textos aqui que comprovam isso.

Já se esqueceu de tudo isso, zémané???

Inclusive, o jornalzinho vagabundo para o qual você trabalha (que disse que a Ditadura Militar foi uma mera 'ditabranda' e que apoiou ostensivamente a Ditadura) também ganhará muito dinheiro com a realização da Copa de 2014 em SP, zémané, vendendo espaços publicitários no caderno especial que seu jornal sempre cria quando temos Copas do Mundo e Olimpíadas.

Já se esqueceu disso, também, desmemoriado??

6) O projeto básico do Itaquerão, com 48 mil lugares, está orçado em R$ 820 milhões. O BNDES vai emprestar R$ 400 milhões.

R - ERRADO! E põe ERRADO nisso!

R - O projeto básico do estádio do Corinthians custou R$ 400 milhões e ia ser inteiramente bancado pelo clube e não tinha qualquer conexão com a Copa de 2014.

Foram a prefeitura de SP, a CBF e a FIFA que apresentaram a 'proposta' de fazer o estádio do Timão sediar o jogo de abertura da Copa de 2014. E foi isso que encareceu brutalmente o projeto original do estádio.

E neste caso, o presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, deixou bem claro para todos (prefeitura de SP, CBF e FIFA) que o clube não teria condições de bancar um projeto de mais de R$ 800 ou R$ 900 milhões e que se a prefeitura de SP, a CBF e  FIFA desejassem que o estádio do Timão sediasse o jogo de abertura da Copa de 2014, então eles teriam que bancar a diferença para que o mesmo pudesse ser construído.

7) O restante será financiado pelos CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) -nome pomposo para designar o dinheiro que as empresas deixarão de pagar em impostos à prefeitura. Perto de Kassab, Alckmin parece mesmo são Francisco.

R - Como eu já informei aqui, essa redução de impostos vale para TODOS os investimentos feitos na Zona Leste de SP.

Essa lei existe desde 2004 e foi aprovada e sancionada no governo de Marta Suplicy.

Somente você, que é um notório desinformado, que não sabe disso, coitado.

8) Resumida a seu cerne, a novela ficou assim: Lula indicou a empreiteira, a Odebrecht fixou seu preço, Kassab e Alckmin (além dos juros subsidiados do BNDES) vão pagar a conta com o dinheiro dos contribuintes.

R - Lula ajudou a convencer a Odebrecht a construir o estádio do Corinthians, sim, mas isso não tinha nada a ver com a Copa de 2014, como já expliquei aqui. 

Somente depois que Kassab, a CBF e a FIFA vieram com a idéia de que o novo estádio corintiano deveria sediar o jogo de abertura da Copa de 2014 é que o projeto do estádio passou a ter que contar com dinheiro público, pois o Corinthians deixou claro que não teria como bancar a construção de um estádio adaptado para ser o local de abertura de uma Copa do Mundo, pois o custo do mesmo ficaria muito maior.

Os juros subsidiados do BNDES valem para TODOS que pegam dinheiro emprestado da instituição, zémané!

Todo o parque industrial e toda a infra-estrutura do Brasil foi construída com dinheiro público e grande parte do mesmo veio do BNDES.

O governo FHC usou o BNDES, por exemplo, para financiar o programa de privatizações, ao qual o panfleto reacionário para o qual você trabalha apoiou inteiramente.

E a imprensa escrita tupiniquim, da qual o autor deste texto patético é um empregado, tem isenção de impostos (PIS e Cofins) na aquisição de papel jornal (Link com a notícia: http://observatoriodaimprensa.com.br/news/showNews/asp22052002991.htm).

Isso é o que, cara-pálida? É mamar nas tetas do Estado, certo? Seu patrão pode fazer isso, mas os outros não? Querem o dinheiro público só para vocês, não é mesmo?

Haja hipocrisia!!

9) É uma PPP tipicamente brasileira. Apesar da gastança de meio bilhão, a cidade foi humilhada pela CBF e pela Fifa e ficará fora da Copa das Confederações, em 2013. Mas isso é só a cereja do bolo dessa operação de lesa-cidadão.

R - E seu texto é tipicamente idiota e estúpido, baseado inteiramente na ignorância e na total e absoluta desinformação. 

Além disso, a cidade de SP ficará de fora da Copa das Confederações apenas porque as autoridades do estado (governador e prefeito, aos quais você critica nesse texto patético e mentiroso) demoraram demais para viabilizar a construção de um estádio novo e moderno, em condições de sediar jogos de uma competição internacional envolvendo grandes seleções.

Afinal, como é que um jornalista tão medíocre, ignorante e desinformado quanto esse pode ser colunista em página nobre daquele que se diz 'o maior jornal do Brasil', hein?

Link:


http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz2407201103.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário