Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

sábado, 27 de agosto de 2011

'Made in Barcelona' vira moda e clubes correm atrás de sobras!

'Made in Barcelona' vira moda e clubes correm atrás de sobras


RAFAEL REIS - da Folha.com

O Barcelona é uma grife de futebol bonito e vencedor. Uma marca que se tornou tão cara a ponto de ninguém ter a ousadia de tentar adquirir seus artigos mais valiosos.

 
Sebastien Nogier/France Presse
Mas todos desejam os produtos criados na Catalunha. Nem que sejam aqueles que estão sobrando no estoque. Na tentativa de absorver o estilo que fez o Barcelona ser invejado, clubes espanhóis e até outros grandes da Europa viraram compradores de crias da base catalã que ficaram sem espaço no time.

O português André Villas-Boas, técnico sensação da Europa no momento, assumiu o comando de um milionário Chelsea e, entre infinitos possíveis reforços, pediu a contratação de um volante do time B dos catalães: Oriol Romeu, 19 anos e um jogo no time principal do Barcelona.

A Roma, adquirida por um grupo dos EUA e financeiramente revitalizada, foi além na tentativa de virar um clone do clube de Messi e Xavi.

Os italianos contrataram Luis Enrique, técnico que levou o Barça B ao terceiro lugar na segunda divisão (disputaria os playoffs de acesso à elite se não fosse uma filial), e Bojan, ex-promessa de lá que não deixava o banco.

Os portugueses também se reforçaram com quem estava sobrando na linha de produção azul e grená. Benfica e Sporting contrataram jogadores "made in Barcelona".

E há produtos de La Masia, sede da categoria de base mais badalada do mundo, espalhados por toda a Espanha. Dos 20 clubes da primeira divisão nacional, que começa neste sábado depois de greve dos jogadores impedir a primeira rodada na semana passada, 12 têm jogadores que saíram desse centro de formação.

A lista de quem se beneficia do DNA barcelonista traz equipes importantes, como Sevilla e Atlético de Madri. Em geral, os atletas que buscam esses caminhos são os que passaram pelas categorias inferiores e não conseguiram espaço na hora de subir para o time grande do planeta que mais usa sua base.

Onze dos 21 atletas do seu elenco principal foram forjados em casa --o zagueiro Fontás e o meia Thiago Alcántara foram promovidos agora. A quantidade de revelações do Barcelona é tão grande que mesmo quem não passou pela peneira da promoção pode ter sucesso.

O zagueiro Alberto Botía, 22, que há dois anos trocou o clube pelo Sporting Gijón em busca de chances, foi convocado quinta-feira pela primeira vez para a seleção adulta.

A lista para as partidas contra Liechtenstein e Chile, no próximo mês, conta também com o lateral direito Martín Montoya, 20, do Barcelona B, que participou de apenas duas partidas no time principal.

Link:
http://www1.folha.uol.com.br/esporte/966114-made-in-barcelona-vira-moda-e-clubes-correm-atras-de-sobras.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário