Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

domingo, 12 de março de 2017

Corinthians usa time misto e empata contra bom time da Ponte Preta em Campinas! - Marcos Doniseti!

Corinthians usa time misto e empata contra bom time da Ponte Preta em Campinas! - Marcos Doniseti!

No fim das contas o Corinthians empatou fora de casa jogando contra a Ponte Preta, que é o melhor time do interior (ao lado do Mirassol), mesmo usando um time misto que, é claro, não tem o entrosamento adequado, para dizer o mínimo. 

Os onze titulares que Carille escalou nunca tinham jogado juntos anteriormente: Cássio, Léo Príncipe, Balbuena (Léo Santos), Pedro H., G. Arana; P.Roberto, Maycon, Rodriguinho, Jadson (Marlone), Léo Jabá (Kazim) e Jô.

O resultado da partida foi bom para o Corinthians. 

Algumas observações sobre a partida: 

1) Jadson ainda não tem o preparo físico, o ritmo de jogo e nem o entrosamento necessário com o time. Mas ele somente irá adquirir isso se jogar com frequência. É claro que nos primeiros jogos ele não terá um desempenho muito bom, embora sempre jogue com muita vontade. 

Mas até lá os corintianos terão que ter paciência com ele. Porém, o Carille demorou para tirá-lo do jogo, pois ele cansou no segundo tempo e passou a andar em campo; 

2) A Ponte Preta só marcou gol porque o Cássio falhou. A bola passou por baixo dele e era perfeitamente defensável. Em compensação ele fez outras boas defesas durante a partida, sendo importante para segurar o empate; 

3) Marlone jogou por pouco tempo, mas mostra que tem qualidade para conquistar uma vaga no time titular. A questão é quem sairia para dar lugar a ele. Provavelmente seria o Romero, mas Carille visivelmente gosta do esforço incansável do jogador paraguaio. Mas quando ele quiser um jogador de melhor nível técnico ele deveria optar por Marlone;

Daí o time titular do Corinthians seria: Cássio, Fagner, Balbuena, Pablo, G.Arana; Gabriel, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Romero (Marlone); Jô. 

Reservas: Matheus V./Caíque; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Léo Santos, Moisés; Marciel, Camacho, G.Augusto, Marquinhos G., Guilherme, Pedrinho, Carlinhos, Léo Jabá;

4) Em vez de Paulo Roberto, Carille deveria ter colocado o Marciel ou o Camacho no time titular, que são melhores tecnicamente do que o volante que veio do Sport; 

5) No final do jogo, o Corinthians tinha Léo Príncipe, Léo Santos, Pedro Henrique, Guilherme Arana e Maycon em campo. 

Se levarmos em consideração que Jô também foi revelado pelo Timão, então tínhamos 6 jogadores que vieram da Base do Corinthians. Léo Jabá começou no time titular e saiu para a entrada de Kazim. Assim, no total, o Corinthians usou 7 jogadores que vieram da Base nesta partida contra a Ponte Preta;

6) É evidente que o Timão sentiu, mesmo com Carille usando um time misto, o desgaste de tantos jogos na sequência, sendo que foram dois clássicos (Palmeiras e Santos). Os jogadores não estão tendo tempo suficiente para se recuperar do desgaste que sofrem durante a partida. Um sinal claro disso foi  a contusão muscular que o Balbuena sofreu. 

Mas é importante o fato de que, mesmo assim, o Corinthians está conquistando resultados muito bons, sendo que lidera o Paulista na classificação geral (tem 19 pontos, conquistador com 6V, 1E e 1D) e está com a vaga quase garantida para a próxima fase da Copa do Brasil.

Os próximos jogos do Timão serão contra a Luverdense (Copa do Brasil, quinta-feira, às 19:30hs e Ferroviária, Domingo, às 16hs).

Danilo: Futuro treinador do Corinthians? - Marcos Doniseti!

Alguns torcedores do Corinthians falam que gostariam de ver Danilo como um futuro treinador do Timão.

Danilo seria uma ótima opção, mas antes seria necessário saber se ele tem a intenção de seguir a carreira de treinador.

Caso isso aconteça, ele deveria ir para a Europa, para fazer cursos e acompanhar o trabalho de treinadores consagrados (Guardiola, Mourinho, Ancelotti), bem como aprender sobre a organização dos principais clubes (Barcelona, Real Madrid, M.City).

Daí, ele retornaria e assumiria o comando da categoria de Base do Corinthians (treinando o Sub-20, por exemplo). E depois de alguns anos de experiência, sendo bem sucedido, ele poderia vir a ser um futuro treinador do time profissional do Timão.

Se ele não tiver uma boa preparação para se tornar treinador, ele poderá ter o mesmo destino do Ceni, que não entende coisa alguma de treinar um time e, mesmo assim, virou treinador do São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário