Time GRANDE!

Como você sabe que um time é Grande, mas GRANDE, mesmo? Quando os torcedores de TODOS os outros times torcem contra ele, oras!

Do proprietário deste blog, Marcos Doniseti.

sábado, 10 de junho de 2017

Ótimo início de campeonato e goleada sobre o Vasco mostram que o Corinthians irá brigar pelo título do Brasileiro! – Marcos Doniseti!

Ótimo início de campeonato e goleada sobre o Vasco mostram que o Corinthians irá brigar pelo título do Brasileiro! – Marcos Doniseti!
O Corinthians está mostrando, neste início de Campeonato Brasileiro, que a conquista do Paulista não foi fruto do acaso, mas de um trabalho sério, que resultou numa grande melhora do futebol do time. 
Corinthians: A ‘Quarta Força’?

O time do Corinthians foi bastante criticado, desde o início desta temporada, por inúmeros comentaristas esportivos, que se consideram os donos da verdade, e que chegaram a dizer que o Timão seria apenas a ‘quarta força’ do futebol paulista. 

E mesmo depois que o Corinthians conquistou, de forma mais do que merecida, o título do Campeonato Paulista, muitos destes comentaristas esportivos recusaram-se a reconhecer que haviam cometido um grave erro de avaliação e que tinham do subestimado o clube do Parque São Jorge. 

Assim eles continuaram fazendo críticas ao Corinthians, dizendo que o mesmo não teria elenco com qualidade suficiente para disputar o campeonato Brasileiro, pois este seria muito mais difícil do que o Paulista. Alguns disseram que o Corinthians teria que fazer várias contratações, reforçando o seu elenco, para poder se tornar competitivo. 

Muitos disseram que o Corinthians sequer iria conseguir conquistar vaga na Taça Libertadores de 2018. Título? Nem pensar. Times como o Palmeiras, Flamengo e Atlético-MG eram apresentados como sendo os grandes favoritos à conquista do Brasileiro.

No entanto, após cinco rodadas, o Flamengo é o décimo quarto colocado, o Atlético-MG é o décimo quinto e o Palmeiras é o décimo sexto colocado no campeonato, tendo conquistado apenas seis pontos cada um. 

No entanto, embora o Brasileiro ainda esteja em seu início (tivemos a realização da quinta rodada neste meio de semana), o fato concreto é que o Corinthians está demonstrando que possui, sim, elenco suficiente para brigar pelo título do Brasileiro e que poderá vir a conquistar o heptacampeonato. 

O Corinthians é o líder do Brasileiro, somando 13 pontos de 15 possíveis, acumulando 4 vitórias  e 1 empate, 10 gols marcados e 3 sofridos. E das cinco partidas que realizou, três foram no campo adversário. E o Corinthians venceu as três (Vitória, Atlético-GO e Vasco). 

Essa liderança não é um acidente de percurso ou apenas fruto de um bom momento, mas é resultado de uma evolução constante pela qual o Corinthians vem passando já há vários meses, fato este que está sendo ignorado por quase todos os comentaristas esportivos (Paulo Calçade, da ESPN Brasil, é uma das exceções). 

E essa evolução do Corinthians também passa pela atitude Carille de procurar recuperar o bom futebol de jogadores como Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto, que não tiveram boas temporadas em 2016 mas que podem colaborar muito com o Timão em 2017. 

O primeiro já fez duas ótimas partidas pelo Timão no Brasileiro (Vitória e Vasco) e o segundo está retornando agora de uma cirurgia no pé, jogou contra o Vasco e atuou bem. Os dois são bons jogadores e poderão contribuir muito na disputa do Brasileiro e da Sul-Americana neste ano. 

Fábio Carille, mesmo tendo pouco tempo para treinamento, tomou decisões corretas, repetindo sempre o mesmo esquema tático e escalando sempre o mesmo time. 

Com isso, o time foi adquirindo um entrosamento cada vez maior e a qualidade do futebol do Corinthians foi melhorando. 

Corinthians mais ofensivo e mais eficiente!

Depois de montar, durante a disputa do Campeonato Paulista, um sólido sistema de marcação, que começa lá na frente, com Jô e Rodriguinho, e do qual todos os jogadores participam ativamente, Carille finalmente teve tempo disponível para, nas últimas semanas, treinar a criação de jogadas ofensivas, fazendo com que o Corinthians tome mais a iniciativa das partidas. 

Anteriormente, o Corinthians ficava mais atrás, na defesa, esperando que o outro time tomasse a iniciativa, para roubar a bola e sair no contra-ataque, procurando jogar nos erros do adversário. Mas agora isso já está mudando. 

E o resultado desse trabalho feito por Carille, para tornar o time mais ofensivo, já pôde ser observado nas partidas mais recentes, disputadas pelo Campeonato Brasileiro. 

Contra o Santos, na Arena, o Corinthians dominou totalmente a partida no segundo tempo, depois de um primeiro tempo equilibrado, e criou inúmeras chances de gol. 

Corinthians marcou quatro gols, sendo que dois deles foram anulados pelo árbitro, e venceu tranquilamente por 2 X 0, chegando a dar ‘olé’ no time santista. 

O destaque da partida foi Camacho, que entrou logo no início do segundo tempo, substituindo Maycon, e que fez um ótimo jogo, dando mais velocidade e melhorando a qualidade do passe corintiano.

E nesta partida de meio de semana contra o Vasco o Corinthians foi ainda melhor, goleando por 5 X 2 em pleno estádio de São Januário. O sistema de marcação, sempre sólido e consistente, não foi tão bem quanto nos jogos anteriores, mas o 
Timão foi muito mais preciso nos contra-ataques e nas finalizações. 

Corinthians: Reservas à altura dos titulares!

E essa boa partida do Corinthians contra o Vasco aconteceu mesmo com o Timão tendo jogado desfalcado de quatro titulares (Fagner, Rodriguinho, Romero e Balbuena) que foram convocados por suas Seleções (os três primeiros) ou que está fora por motivo de contusão (Balbuena). 

Eles foram substituídos por Marquinhos Gabriel (substituiu Rodriguinho), Clayson (jogou no lugar de Romero), Pedro Henrique (substituiu Balbuena) e Paulo Roberto (Fagner). Este último atuou improvisado na lateral-direita, pois o reserva imediato (Léo Príncipe) está se recuperando de contusão muscular, que sofreu na partida contra o Universidade do Chile, que foi disputada em Santiago. 

E os quatro substitutos jogaram muito bem contra o Vasco. 

Marquinhos Gabriel fez um gol e deu uma assistência (para Jô); Clayson participou da jogada do primeiro gol e deu assistência para Maycon marcar o terceiro; Pedro Henrique fez uma boa partida, tal como aconteceu em jogos anteriores; Paulo Roberto ajudou muito na marcação e deu assistência para Clayton marcar um dos dois gols que este fez na partida (o quinto gol corintiano). 

Depois, no segundo tempo, Carille fez ótimas substituições. 

Ele tirou Marquinhos Gabriel e colocou Giovanni Augusto, Pedrinho entrou no lugar de Clayson e fez Clayton substituir Maycon. E os três entraram jogando bem. 

Pedrinho fez boas jogadas e quase marcou um gol, Clayton marcou dois gols e G.Augusto ajudou no toque de bola e na marcação.

Embora tenha substituído Rodriguinho, Marquinhos Gabriel jogou fazendo a função que é de Jadson, que atuou na função de Rodriguinho. 

Mas é mais do que evidente que Jadson está muito desgastado fisicamente e, com isso, o mesmo não atuou muito bem, o que já havia acontecido contra o Atlético-GO e contra o Santos. 

Em função disso, Carille deveria procurar deixar Jadson de fora das próximas partidas, para que ele recuperasse a sua condição física, caso contrário ele corre o risco de, até, sofrer uma contusão muscular. Até porque Marquinhos Gabriel já mostrou que poderá substitui-lo sem maiores problemas. 

No esquema tático de Carille (como já comentei aqui no blog, em outro texto), Jadson e Romero são os mais sacrificados, pois ambos têm que ajudar na criação de jogadas ofensivas e recuar rapidamente para formar a primeira linha defensiva (formada por Jadson, Gabriel, Maycon e Romero). E isso é altamente desgastante. 

Romero tem mais força física e maior resistência do que Jadson, suportando melhor o desgaste acumulado, mas mesmo ele acabou cansando no segundo tempo das partidas mais recentes. 

Corinthians: Um time entrosado!

O resultado do trabalho de Carille é que o Corinthians já adquiriu um ótimo entrosamento adotando esse esquema tático e com esse time titular. E agora ele está procurando, como já afirmou em várias oportunidades, melhorar o Corinthians no aspecto ofensivo, o que já está acontecendo. 

Mas é claro que em um campeonato tão longo como é o Brasileiro é necessário mais do que onze titulares para conquistar o título. É preciso ter um bom elenco, com jogadores que entrem no lugar dos titulares e façam boas partidas.

E o Corinthians tem isso. O time perdeu quatro titulares e goleou o Vasco em São Januário, marcando cinco gols, algo que ainda não havia acontecido em 2017. 

E desde a partida contra o Cobresal, pela Taça Libertadores de 2016, que o Corinthians não marcava mais de quatro gols em um jogo. E com mais essa vitória o Timão já está invicto há dezoito jogos, o que é uma demonstração clara de sua força. 

Corinthians: Bom elenco!

O que essa partida contra o Vasco mostrou é que o Corinthians possui, sim, um bom elenco (e não apenas 11 jogadores) e que tem chances reais de conquistar o Campeonato Brasileiro, algo que eu já havia escrito aqui no blog ainda na época do Campeonato Paulista. 

Para isso, a diretoria do Corinthians deve procurar manter o seu elenco intacto até o final do Campeonato Brasileiro, procurando impedir a saída de jogadores importantes no meio dessa janela de transferências. 

Caso isso aconteça, o Corinthians pode, desde já, ser considerado um sério candidato à conquista do título do Campeonato Brasileiro deste ano e será um time muito difícil de ser derrotado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário